header top bar

section content

Operação Policial apreende armas, rádios de comunicação e coletes; 15 pessoas presas

A operação está sendo realizada nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.

Por

27/09/2011 às 15h00

Uma operação policial, intitulada Laços de Sangue apreendeu nesta terça-feira (27) na cidade de Brejo dos Santos, vários coletes balísticos, rádios de comunicação, lunetas de fuzil, espingardas, rifles e pistolas. Os objetos foram encontrados no interior da casa do popular João Gomes da Silva.

A operação que está sendo realizada por uma equipe de policiais militares de Catolé do Rocha, Patos, João Pessoa e de algumas cidades do vizinho estado Rio Grande do Norte, já prendeu ao todo 15 pessoas.

As apreensões aconteceram também nas cidades de Caraúbas e Antonio Martins do Rio Grande do Norte, onde foram encontradas armas, munições e quatro pessoas foram detidas.

A investigação gira em torno de três organizações criminosas que realizaram até o momento 64 homicídios. São os Clãs: Oliveira, Veras e Suassuna. Os integrantes destes clãs residem em diversos municípios dos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.

A operação ainda procura pelos seguintes foragidos da justiça: Raimunda Ednalva de Mesquita (Nalva), Marcelo Batista Vieira (Marcelo Oliveira) e o pistoleiro Edmilson Nascimento da Silva (Careca ou Biu). A polícia pede que para dar qualquer informação, o indivíduo ligue para o 190 (Disque Denuncia da Polícia Militar).

Veja mais fotos na galeria, clique e aumente o tamanho.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria
 

Tags:

Recomendado para você pelo google

DONO DA CONSULTRAN

VÍDEO: Especialista em trânsito elogia Zona Azul de Cajazeiras, mas cobra ensino de trânsito nas escolas

QUER MAIS SEGURANÇA

VÍDEO: Cantor da região de Cajazeiras diz que consumo de drogas nas festas dificulta fechar contrato

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Em Cajazeiras, médica explica o que é ‘prato colorido’ para quem quer perder peso com saúde

BOMBA

VÍDEO: Jornalista cajazeirense mira nos ‘Bocas Loucas’ da política paraibana