header top bar

section content

Tribunal de Justiça vai julgar nesta quarta-feira(30) promotor Carlos Guilherme

O promotor, que se encontra preso em João Pessoa, está sendo denunciado pelo Ministério Público por ter atirado e provocado lesão corporal de natureza gravíssima contra o pedreiro Patrício da Silva.

Por

29/09/2009 às 22h30

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba reúne-se nesta quarta-feira (30), em sessão ordinária, a partir das 9h, para julgar 23 processos, dentre mandados de segurança, notícia-crime, agravos internos, ações rescisória e penal e incidente de inconstitucionalidade.

Está previsto, o julgamento da notícia-crime nº 999.2009.000246-3/001, que tem como réu o promotor de Justiça Carlos Guilherme Santos Machado.

O promotor, que se encontra preso em João Pessoa, está sendo denunciado pelo Ministério Público por ter atirado e provocado lesão corporal de natureza gravíssima contra o pedreiro Patrício da Silva, irmão de sua namorada. O fato ocorreu no dia 14 de junho, na cidade de Cajazeiras, Sertão paraibano. O relator do processo é o desembargador Nilo Luis Ramalho Vieira.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

VISTANDO SUA TERRA NATAL

Heron Cid defende centro universitário em Marizópolis e ponto de intersecção entre Sousa e Cajazeiras

BOA NOTÍCIA

Hospital Universitário de Cajazeiras passa a oferecer novos serviços para a população do Alto Sertão

REVOLTA

VÍDEO: ‘Só quem odeia Lula o quer preso, como se ele fosse um bandido perigoso’, diz jornalista

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio