header top bar

section content

PF apreendeu documentos e computador na casa do promotor Carlos Guilherme

O promotor é acusado de ter baleado, a tiros de pistola tipo 40, o profissional liberal Patrício da Silva, de 29 ano, irmão da sua namorada, de pré-nome Fernanda, de 18 anos.

Por

07/07/2009 às 22h43

A Polícia Federal (PF), cumprindo mandado de busca e apreensão, apreendeu na última segunda-feira (06) na casa do Promotor de Justiça Carlos Guilherme Santos Machado, em Cajazeiras no Alto Sertão, documentos e um noteboock.

O promotor é acusado de ter baleado, a tiros de pistola tipo 40, o profissional liberal Patrício da Silva, de 29 ano, irmão da sua namorada, de pré-nome Fernanda, de 18 anos.

Carlos GUilherme ainda está sendo investigado por envolvimento com menores, segundo as informações de autoridades policiais.

O material apreendido na casa do promotor foi encaminhado a João Pessoa para análise.

Da Redação do Diário do Sertão
Com informações de Olivan Pereira

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo