header top bar

section content

Conselheiro Federal, Dr Ronaldo Beserra, parabeniza parceria COFEN /OPAS para APS

Dr Ronaldo parabenizou essa parceria na implementação da Enfermagem de prática avançada no Brasil, voltada para o aumento de cobertura e ampliação do acesso na atenção primária à saúde

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

01/07/2018 às 16h15 • atualizado em 02/07/2018 às 14h17

Dr Ronaldo Beserra, Conselheiro Federal

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) exerce um papel fundamental na melhoria de políticas e serviços públicos de saúde, por meio da transferência de tecnologia e da difusão do conhecimento acumulado por meio de experiências produzidas nos Países-Membros, um trabalho de cooperação internacional promovido por técnicos e cientistas vinculados à OPAS/OMS, especializados em epidemiologia, saúde e ambiente, recursos humanos, comunicação, serviços, controle de zoonoses, medicamentos e promoção da saúde.

O Conselheiro Federal, Dr Ronaldo Beserra, disse que a Atenção Primária como a primeira porta do Sistema Único de Saúde do Brasil, tem em seus quadros uma das grandes profissões do Brasil, que é a Enfermagem, e que juntos na equipe interdisciplinar, poderemos avançar com as práticas avançadas na enfermagem, construindo uma melhor assistência aos usuários do sistema.

A OPAS e o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) são parceiros na implementação da Enfermagem de prática avançada no Brasil, voltada para o aumento de cobertura e ampliação do acesso na atenção primária à saúde. O objetivo é ampliar o escopo de práticas dos profissionais, desenvolvendo e aprofundando o trabalho interprofissional na atenção básica.

Em maio deste ano, a OPAS, braço regional da Organização Mundial de Saúde, lançou publicação defendendo a ampliação do papel dos enfermeiros na atenção primária à saúde.

Dr Ronaldo parabenizou essa parceria: “Parabenizo a parceria COFEN/OPAS (Organização Pan-americana de Saúde) que visa a implantação das praticas avançadas da enfermagem, em uma equipe interprofissional, tão somente visando para que na porta de entrada do SUS, o usuário tenha acessoa a assistência cada vez mais ampliada, de qualidade e humanizada”.

Papel dos enfermeiros na atenção primária é abordado em livro lançado pela OPAS/OMS

Há mais de quarenta anos, a Atenção Primária à Saúde (APS) é reconhecida como a base de um sistema de saúde eficaz e responsivo. A Declaração de Alma-Ata de 1978 reafirmou o direito ao mais alto nível de saúde, com igualdade, solidariedade e o direito à saúde como seus valores fundamentais. Sublinhou a necessidade de serviços de saúde abrangentes, não apenas curativos, mas também serviços que atendam às necessidades em termos de promoção da saúde, prevenção, reabilitação e tratamento de condições comuns. Um forte nível resolutivo de atenção primaria de saúde é a base para o desenvolvimento de sistemas de saúde.

O Relatório Mundial de Saúde, em 2008, intitulado “Agora mais do que nunca” restabeleceu em nível global a necessidade da abordagem da APS, fornecendo evidências concretas de que a mesma era acessível e tinha maior impacto na prestação de assistência de saúde onde as pessoas vivem. Em 2014, os Estados Membros da Organização Pan-Americana da Saúde adotaram a Estratégia para o Acesso Universal à Saúde e Cobertura Universal de Saúde, que reitera o direito à saúde, solidariedade e equidade e promove o desenvolvimento de sistemas de saúde baseados na APS.

Os recursos humanos são essenciais para atender às necessidades crescentes de saúde da população e alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. No entanto, há a necessidade de abordar as lacunas existentes entre os perfis de competência dos profissionais de saúde e as necessidades na APS.

A Organização Pan-Americana da Saúde / Organização Mundial da Saúde (OPAS / OMS) apoia os países no estabelecimento de equipes interprofissionais de atenção primária à saúde, na transformação da educação em saúde e na capacitação no planejamento estratégico e gestão de recursos humanos para a saúde.

A enfermagem pode desempenhar um papel crítico no avanço da APS. Novos perfis, como os enfermeiros de prática avançada, conforme discutidos neste documento, podem ser fundamentais nesse esforço e, em particular, na promoção da saúde, prevenção de doenças e cuidados, especialmente em populações de áreas rurais e carentes.

Acesse a íntegra da publicação em português.

PORTAL DIÁRIO com Cofen

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras