header top bar

section content

Conselheiro Federal fala de Projeto do Descanso para profissionais de enfermagem; PL avançou na Câmara

O projeto estabelece que instituições de saúde públicas e privadas terão que oferecer condições adequadas de repouso aos profissionais de enfermagem

Por PORTAL DIÁRIO com Agência Câmara

11/07/2018 às 19h10 • atualizado em 12/07/2018 às 10h51

Dr Ronaldo Beserra, Conselheiro Federal do Cofen

O PL 4998/2016, que dispõe sobre condições dignas de repouso dos profissionais de enfermagem durante o horário de trabalho, recebeu parecer favorável do relator, deputado federal Evandro Roman (PSD-PR) na Comissão de Constituição e Justiça – CCJ, nesta quarta-feira (10). O projeto de autoria do senador Valdir Raupp (PMDB-RO), de caráter conclusivo, deve ser votado no segundo semestre.

O relatório do deputado paranaense estendeu a possibilidade de utilização dos locais de repouso aos demais profissionais das instituições de saúde, entendendo que concretiza o direito da dignidade da pessoa humana e os valores sociais do trabalho, fundamentos da Constituição Federal.

COFEN está atento
O Conselheiro Federal do COFEN, Dr. Ronaldo Beserra, afirmou que segundo o texto, as instituições de saúde públicas e privadas, como hospitais e clínicas, terão que oferecer condições adequadas de repouso, durante o horário de trabalho, aos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. Os ambientes devem ser específicos para descanso. Precisam também ser arejados, possuir banheiro, móveis adequados e conforto térmico e acústico, além de espaço compatível com a quantidade de usuários.

“O COFEN está atento diuturnamente através dos assessores parlamentares para acompanhar esse Projeto do Descanso(PL 4998/2016), como também o outro projeto Lei da jornada de 30 horas (PL2295/2000), que já estão aguardando votação dos parlamentares há um bom tempo”, disse Ronaldo.

Segundo o diretor de Assuntos Legislativos da CNTS, Mário Jorge Santos, o projeto corrige uma grande injustiça, pois a ausência de condições adequadas para o descanso dos enfermeiros, além de prejudicar a saúde desses trabalhadores, coloca em risco o bem-estar dos pacientes por eles atendidos. “Para a enfermagem esse projeto é muito importante, pois hoje além de termos uma grande sobrecarga de trabalho e os hospitais não respeitarem o dimensionamento, não existe um local apropriado de descanso. O ideal seria não existir uma lei para essa obrigatoriedade, mas infelizmente como não existe, temos que buscar uma legislação para que venha tornar obrigatório que as instituições da saúde tenham um local decente para que os profissionais possam descansar na jornada laboral”. Após sanção da Lei, as entidades sindicais e de classe precisam atuar para que haja fiscalização dos órgãos especializados para que as medidas sejam adotadas.

O texto modifica a Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da enfermagem. Segundo Raupp, o projeto tem forte impacto social, reconhecendo as necessidades específicas dos profissionais de enfermagem, que trabalham longas jornadas em regime de plantão. Além disso, a proposta vai aprimorar o ambiente de trabalho dos profissionais de saúde e o resultado será uma melhoria da prestação de serviço à população.

Fonte: http://www.cnts.org.br/noticias/pl-do-descanso-digno-avanca-na-camara-dos-deputados/

BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça