header top bar

section content

Família procura a polícia após buscar bebê de 1 ano em creche e encontrá-la cheia de arranhões

Menina de um ano teve ferimentos no rosto e nos braços e não quer mais ir à escola em Marília (SP). Secretaria de Educação informou que está apurando o fato.

Por G1

30/03/2019 às 07h40

Desde que ocorreu os arranhões na criança, a tia tem deixado Pietra sob os cuidados de uma parente (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma família de Marília (SP) procurou a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência depois de ir buscar uma menina de um ano e seis meses na creche e encontrá-la com vários arranhões pelo rosto e braços.

A criança está matriculada desde o começo do ano na creche municipal Ciranda Cirandinha. Segundo a tia da criança, de 25 anos, o caso foi registrado na Polícia Civil como lesão corporal.

A tia da criança, de 25 anos, conta que foi surpreendida por uma ligação da escola na terça-feira (26) pedindo para buscá-la mais cedo porque a criança teria sido arranhada por outra aluna.

“Imaginei que era coisa de criança, ela já tinha chegado antes em casa com marca de mordida no braço, mas quando vi o rostinho dela todo inchado de tantos arranhões fiquei horrorizada e questionei as professoras. Onde vocês estavam que não viram nada disso? ”, relata indignada.

A Secretaria de Educação de Marília informou que está apurando os fatos e que tomará todas as providências devidas em relação ao caso.

Família procura a polícia após buscar menina em creche e encontrá-la cheia de arranhões em Marília (Foto: Arquivo Pessoal)

Ainda de acordo com a tia, que tem a guarda da criança desde os seis meses de idade, a creche conta com três professoras para cuidar de 18 crianças.

Não é possível que ninguém tenha visto, porque são muitos arranhões no rosto e nos bracinhos. As professoras disseram que ela e a amiguinha estavam brincando no parquinho dentro do túnel e não teriam visto”, diz.

Depois de buscar a sobrinha na escola, a sogra lhe aconselhou a procurar a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência.

A tia falou ao G1 que desde a terça-feira não mandou mais a menina para a creche e tem a deixado com uma pessoa da família. “Ela adorava ir na escolinha, agora chora e não quer ir. Eu já estou procurando outra creche para matricular ela, porque não tenho mais confiança em deixar ela lá. Ela ainda é um bebê, ainda não sabe se defender”, diz.

Fonte: G1 - https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2019/03/29/familia-procura-a-policia-apos-buscar-menina-em-creche-e-encontra-la-cheia-de-arranhoes.ghtml

Recomendado para você pelo google

QUER MAIS SEGURANÇA

VÍDEO: Cantor da região de Cajazeiras diz que consumo de drogas nas festas dificulta fechar contrato

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Em Cajazeiras, médica explica o que é ‘prato colorido’ para quem quer perder peso com saúde

BOMBA

VÍDEO: Jornalista cajazeirense mira nos ‘Bocas Loucas’ da política paraibana

ESPECIAL DE PÁSCOA

VÍDEO: TVDS exibe programa ‘Mensagem de Fé com Frei João Batista’ em especial de Semana Santa