header top bar

section content

Relatório de Lira que possibilitou fortalecimento da aeronáutica brasileira foi destaque no Congresso

Lira, afirmou que as taxas de juros são as mais baixas possíveis e que o financiamento poderá ser pago em 25 anos.

Por

08/08/2015 às 09h15

Relatório de Lira foi destaque o Congresso

A aprovação pelo Senado Federal da contratação de operação de crédito que vai possibilitar ao Brasil adquirir os caças suecos Gripen, além do suporte logístico e a aquisição de armamentos necessários à operação dos equipamentos, relatado pelo senador Raimundo Lira (PMNDB-PB), foi um dos destaques da semana no Congresso Nacional.
 
Raimundo Lira recebeu, após a aprovação do seu relatório, a visita do Comandante da Aeronáutica, o Tenente-Brigadeiro Rossato; e também dos Brigadeiros Mesquita, Isaias e Chã e dos Coronéis Bonoto, Diógenes e Maruci, que agradeceram o empenho do parlamentar paraibano com a propositura.
 
A conclusão das negociações com a Suécia para a compra dos caças foi anunciada na última semana pelo ministro da Defesa, Jaques Wagner. O valor autorizado é de até US$ 245.325.000, o equivalente a mais de R$ 850 milhões, e SEK (coroas suecas) 39.882.335.471, o equivalente a quase R$ 16 bilhões.
 
Os recursos vão financiar o projeto F-X2, que inclui a compra das aeronaves, suporte logístico e a compra de armamentos necessários à operação dos caças. A Força Aérea Brasileira receberá 36 aviões de caça Gripen NG da empresa sueca Saab. A primeira aeronave deverá ser entregue em 2019; e a última, em 2024. A operação de crédito será firmada com a agência sueca de crédito às exportações (Ab Svensk Exportkredit).
 
Lira, afirmou que as taxas de juros são as mais baixas possíveis e que o financiamento poderá ser pago em 25 anos. Para ele, essas condições se dão porque o projeto é estratégico para a Suécia e a compra dos caças é essencial para a proteção do Brasil. “Eu acho que é muito importante para o país; o Brasil está descoberto na sua defesa aérea”, afirmou.
 
A aprovação se deu com a presença do comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, e de outros integrantes da Força Aérea Brasileira. A previsão do governo federal para a contratação está prevista na Medida Provisória 686/2015. O texto está sendo analisado pela Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO).
 
Assessoria

Tags:
NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras

SHOW AO VIVO

VÍDEO: Banda da cidade de Baixio, no Ceará, agita o programa Balanço Diário com sucessos do forró