header top bar

section content

“Quanto mais mexe mais Gobira cresce”; queda de candidatos e ascensão de RC em CZ estão na Faisqueira

Confira todos os moídos da semana na política da Paraíba e especialmente da região de Cajazeiras na Faisqueira. Você ver tudo!

Por

20/09/2014 às 19h56

Jogado a toalha
As principais lideranças políticas de Cajazeiras teriam desistido de lutar contra os que estão chamando de “epidemia Gobira”. Quando batiam, ele crescia mais ainda e o jeito foi jogar a toalha e aguardar o estrago.

Esquentando
A campanha para governador, na cidade de Cajazeiras, teve sua temperatura elevada nos últimos dias, principalmente a da Coligação “Força do Trabalho”. O “esquenta” foi tão grande que teve eleitores que chegou quase na porta da UTI.

Quase gelada
Enquanto as campanhas para o governo do estado, em Cajazeiras, para deputado estadual e federal estão a cada dia que passa mais intensa, parece que não tem nem eleição para o Senado Federal, que tá fria, quase congelando e a de Presidente da República, não existe.

Dunga
O vereador Ivanildo Dunga (PMN), e agora é candidato a deputado federal, segundo alguns analistas políticos, foi quem mais ficou prejudicado, em Cajazeiras, com o “fenômeno Gobira”. No inicio havia uma perspectiva excelente, já que seu mote principal e forte era o “como candidato filho de Cajazeiras”, mas Gobira roubou este mote e agregou à sua campanha “o voto de protesto”.

Energisa
A empresa Energisa, concessionária de energia do estado da Paraíba, não tem dado dores de cabeça apenas aos empresários e construtores, em Cajazeiras, mas ao usuário mais humilde, a exemplo de 66 casas populares que foram entregues aos seus donos, há mais de 40 dias e até hoje ainda fizeram as ligações de luz. A Energisa está precisando de um choque de 380 Watts, daquele que deixa o corpo esturricado.

Bolsa de valores continua em queda
Como a maioria das “negociações” entre os candidatos a deputado federal e as lideranças políticas de Cajazeiras, teriam sido em prestações mensais e as de maiores valores seriam liberadas agora em setembro, com o fenômeno Gobira, teriam “despencados” de forma avassaladora, causando prejuízos no bolso e nas urnas.

Primeiro voto
Num dos principais estabelecimentos de ensino da cidade de Cajazeiras, nas turmas do ensino médio, estaria acontecendo um forte movimento entre os alunos que estão na idade de dar o seu primeiro voto, que ele seja em Gobira. O fenômeno invade a classe a média.

Pesquisas
As pesquisas para governador, em Cajazeiras, para consumo interno, que estão aportando nos birôs dos políticos e dos empresários da cidade, têm apresentado números divergentes. Em uma delas determinado candidato ganha por quatro mil votos, noutra o que ganhava, passa a perder por dois mil e quinhentos votos. Quem teve acesso as duas, disse: a verdadeira pesquisa só dia 05 de outubro.

Urticária
Por incrível que pareça o fenômeno Gobira tem gerado, entre as lideranças políticas de Cajazeiras, uma verdadeira urticária: é só falar que já começa a coçar e a arder todo o corpo e têm algumas delas que já não estão nem mais pedindo votos para deputado federal, para não ouvir: “aqui é Gobira” e a urticária voltar.

Atrasado
A exemplo do que ocorreu na cidade de Uiraúna, o candidato da Coligação “A Força do Trabalho”, Ricardo Coutinho, chegou para falar no comício de Cajazeiras, que teve inicio por volta das 19 horas, depois das 22 horas. Quase acaba o “estoque” de oradores, antes dele falar.

Deca
Começou a circular pelas ruas de Cajazeiras, um carro de som, que lembra o nome do empresário José Gonzaga Sobrinho – Deca, como primeiro suplente de senador de Cássio. E o locutor com sua voz muito empolgada pedia votos para eleger Cássio governador, para assim fazer Deca Senador da República. Só agora despertaram para este “detalhe” que pode surtir algum efeito positivo.

Do Gazeta do Alto Piranhas

Tags:
VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019

PRATICIDADE NA FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: TCE-PB inaugura espaço digital público para ideias tecnológicas de controle dos atos públicos

GRUPOS SE ENFRENTAM NA 1ª FASE

VÍDEO: Dirigentes do Sertão comentam sorteio do Paraibano 2019. Atlético enfrentará o ‘grupo da morte’

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos