header top bar

section content

Estudante de medicina morre após parada cardíaca em academia

Ela estava no penúltimo período de medicina, e chegou a ser levada para o Hospital Regional da cidade, mas não resistiu.

Por G1

23/05/2018 às 08h30 • atualizado em 23/05/2018 às 21h19

Cynthia Nava estava no penúltimo período de medicina

A estudante de medicina Cynthia Nava Raposo, de 24 anos, morreu na noite desta segunda-feira (21) após ter parada cardíaca numa academia em Porto Nacional. Ela estudava numa faculdade particular na cidade. O Corpo de Bombeiros foi chamado e prestou socorro, mas ela não resistiu.

Os Bombeiros informaram que foram chamados por volta das 21h30 e quando chegaram a academia, algumas pessoas já faziam os primeiros socorros na vítima. Os militares, então, fizeram massagens e levaram a jovem para o Hospital Regional de Porto Nacional. Eles informaram que utilizaram desfibrilador durante todo o trajeto até a unidade, mas que Cynthia não recobrou a consciência.

As informações são de que ela teve outra parada cardíaca no hospital. A equipe de profissionais fez outro procedimento de massagem cardíaca por cerca de 1 hora, mas não conseguiu reanimá-la.

O ITPAC de Porto Nacional informou que Cynthia era natural do Maranhão) e estava no 11º período. Restava apenas mais um semestre para ela concluir o curso. A universidade lamentou a morte da estudante. Nas redes sociais, ela publicou um ensaio fotográfico feito com a família para celebrar a reta final.

G1

Fonte: G1 - https://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/estudante-de-medicina-morre-apos-parada-cardiaca-em-academia.ghtml

Recomendado para você pelo google

PROTESTO

VÍDEO: populares vão às ruas para protestar contra a reforma da Previdência na cidade de Patos

VEJA VÍDEO

Padre de Cajazeiras revela curiosidades sobre o santo casamenteiro: “Faz milagre a pessoa encalhada”

SAÚDE

Dieta milagrosa? Médico diz que a compulsão e afetividade pela comida são perigosas para o emagrecimento

VÍDEO

Mototaxista reclama de multa cobrada na Zona Azul da cidade de Cajazeiras; “Está errado”