header top bar

section content

Justiça manda soltar médica acusada de matar filho

O resultado do laudo está sob sigilo e o processo contra a pediatra fica suspenso.

Por Metrópoles

24/08/2018 às 12h36

A criança teria sido vítima de uma overdose de remédios

Acusada de matar o filho de três anos em junho de 2018, a médica Juliana Pina de Araújo, 34, vai ser posta em liberdade e internada em clínica particular. Ela foi indiciada por homicídio duplamente qualificado (envenenamento e não ter dado chance de defesa ao menino). A criança teria sido vítima de uma overdose de remédios.

Pediatra e servidora do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ela estava presa desde a data do crime no Presídio Feminino do Distrito Federal, mais conhecido como Colmeia.

O alvará de soltura foi concedido poucos dias após o juiz Paulo Afonso Siqueira, do Tribunal do Júri, pedir para o Instituto Médico Legal (IML) avaliar a sanidade mental da mulher.

“Expeça-se alvará de soltura em cumprimento ao determinado pela 2ª Turma Criminal que, por meio de ofício, informou que deu provimento, para substituir a prisão preventiva da acusada/paciente por sua internação em clínica particular”, diz trecho da decisão.

O resultado do laudo está sob sigilo e o processo contra a pediatra fica suspenso.

A tragédia ocorreu por volta das 17h40 do dia 27 de junho, na 210 Sul, no 4º andar do Bloco J. O garoto chegou a ser levado ao Hospital Materno Infantil (Hmib), mas os médicos não conseguiram restabelecer os sinais vitais dele. Ao lado do filho da servidora, havia uma mamadeira e remédios de uso controlado.

Fonte: https://www.metropoles.com/distrito-federal/justica-distrito-federal/justica-manda-soltar-medica-acusada-de-matar-filho-na-asa-sul

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir