header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Em Cajazeiras funciona, mas Sousa amarga sem atendimento na UPA após inaugurada 2 vezes; São Bento na lista

Em São Bento, a obra foi iniciada para substituir o prédio do atual hospital que funciona no Centro, mas não foi concluída e a população padece sem saúde

Por

15/10/2015 às 15h00

A TV Paraíba, afiliada da Rede Globo no estado, está realizando uma série de reportagens sobre obras paralisadas, especialmente nas áreas de saúde e educação. Esta semana a reportagem mostrou a realidade da Unidade de Pronto Atendimento da cidade de Sousa, que já foi inaugurada pela segunda vez, mas nunca atendeu um só paciente.

Veja mais!

? Há quase dois anos fechada, prefeito de Sousa anuncia data para reinaugurar UPA

?UPA de Sousa: Obra está totalmente irregular e Ministério da Saúde ordena vistoria. VEJA VÍDEO!

?Em Sousa: Ministério Público Federal faz vistoria na UPA e cobra soluções emergenciais para saúde. Veja vídeo!

?Tyrone chama governo de André Gadelha de incompetente e diz que vai tomar a Prefeitura

Iniciada há cinco anos e inaugurada no governo do ex-prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), o prédio tem servido para sombra e ação de vândalos. Há dois anos a UPA foi concluída, mas como não funciona, tem sido alvo de depredação.

Sem atendimento na unidade, sobrecarrega o Hospital Regional de Sousa, que atende uma estimativa de 10 mil pacientes por mês. São 40 municípios da região que chegam ao HRS e a demora no atendimento é inevitável.?

Um paciente que está com a perna engessada disse que havia chegado ao hospital às 6h e às 14h ainda estava aguardando o atendimento.

Parada
Em 2012, ano de eleição, a UPA foi inaugurada, mas não teve autorização do Governo Federal para funcionar, pois identificou erros na execução do projeto, uso de material inadequado e mão de obra de baixa qualidade, que comprometeram a segurança do local.

Irregular
O Ministério Público Federal denunciou desvio de verbas públicas e moveu uma ação de improbidade administrativa contra o ex-gestor, pois foi pago mais de R$ 1,5 milhão e a obra não foi concluída. “Foi constado desvio de recursos”. Disse o promotor.

Realidade diferente
Em Cajazeiras, a realidade é diferente, a UPA está em pleno funcionamento há mais de dois anos e atende cerca de 3 mil pessoas por mês. A unidade que é de média complexidade desafogou o Hospital Regional de Cajazeiras, que se ocupa agora das urgências. A unidade de Cajazeiras é mantida pelo governo do estado e atende quase 20 municípios.

?

Outra cidade

Em São Bento, a obra de um hospital para atendimento dos casos graves foi iniciada há 14 anos, para substituir o hospital maternidade da cidade, que funciona em um prédio antigo no Centro da cidade. Sem continuação dos serviços, o local está funcionando como criatório de animais.

Sem acreditar mais nos governos, a aposentada Severina disse que está apelando pra Deus, para abrandar os corações dos gestores. “Estamos pedindo agora a Deus”.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local