header top bar

section content

Prefeitura de Sousa intensifica ações nos Núcleos Habitacionais

A atual administração realiza atividades, entre eles está à recuperação das principais ruas dos núcleos.

Por

27/07/2015 às 15h57

Prefeito de Sousa investe em habitação

A Prefeitura de Sousa, através de várias secretarias vem intensificando ações voltadas para o melhoramento e o bem estar, da população dos Núcleos Habitacionais.

A atual administração realiza atividades, entre eles está à recuperação das principais ruas dos núcleos, perfuração de poços, corte de árvores e entrega de automóveis.

O cronograma de recuperação das ruas visa beneficiar comunidade que antes tinham o acesso comprometido, devido às chuvas, ao relevo e localização geográfica, o que dificultava o tráfego de veículos.

No Núcleo I a prefeitura entregou um carro para atendimento à saúde, além da reforma do calçamento das principais ruas de acesso, corte de árvore e reforma da praça. Núcleo II também recebeu um carro para atendimento à população, poço perfurado e reforma das principais ruas. Núcleo III recebeu um carro, foi perfurado um poço artesiano com uma vazão de 3.200 litros. 

“Temos mantido o diálogo constante com as comunidades, ouvindo as demandas e buscando atende-las. Na zona rural, investimos em saúde, educação e temos trabalhado para garantir geração de renda aos moradores da região. Temos nos empenhado para modificar a realidade adversa histórica encontrada nos Núcleos e garantir mais dignidade e qualidade de vida também à população desta região de nossa cidade”, disse o prefeito André Gadelha.

Do Decom

Tags:
MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”