header top bar

section content

Engenhos são dizimados e proprietário se orgulha por manter empreendimento há mais de dois séculos. Veja

O proprietário revelou que recebe muitos visitantes curiosos para conhecer a história do engenho e o processo de produção. Confira as fotos e o vídeo aqui!

Por

13/11/2014 às 18h17

TV Diário do Sertão foi conhecer a história de um engenho que existe há mais de dois séculos

Maria Calado na TV visitou nesta quinta-feira (13), o Sítio Cedro, município de Nazarezinho, região de Sousa. A TV Diário do Sertão foi conhecer a história de um engenho que existe há mais de dois séculos no local.

“Batizado” de João Luiz Ferreira, o engenho foi construído em 1813 e ainda funciona normalmente.

Guilherme Ferreira, que é neto de João Luiz e atual proprietário destacou que o empreendimento tem uma bonita história, além de gerar emprego e renda no município. “Cerca de 30 pessoas são empregadas aqui”.

Guilherme explicou como funciona todo o processo do engenho, desde a garapa até o mel e a rapadura, mas lamentou queda nas vendas. “O povo não quer mais os produtos da terra não”.

O proprietário revelou que recebe muitos visitantes curiosos para conhecer a história do engenho e o processo de produção.

“Nossa rapadura é natural não tem nenhum produto químico. É muito saudável”. Destacou Guilherme

Dos 31 engenhos existentes na região de Sousa, apenas o empreendimento de Guilherme resistiu ao tempo e continua funcionando.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO 

Tags:
AÇÃO SOCIAL

VÍDEO: Igreja evangélica distribui alimentos e roupas para famílias carentes em bairro de Cajazeiras

CRIANÇADA NA PRAÇA

VÍDEO: Festa do Dia das Crianças com brindes, música e teatro atrai multidão na cidade de Monte Horebe

DIA DOS PROFESSORES

VÍDEO: Prefeito grava mensagem para os professores da ‘cidade educadora’: “Ensinar é transformar vidas”

MÊS ESPECIAL

VÍDEO: Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras encerra festa neste sábado com mensagem de paz