header top bar

section content

Bombeiro passa em medicina na UFPB em 1º lugar

Pablo Mariz é atleta de jiu-jitsu e conciliava treinos com os estudos para o Enem.

Por Luzia de Sousa

30/01/2018 às 07h58

Pablo Mariz é bombeiro militar e foi o primeiro lugar geral da UFPB no Sisu 2018 (Foto: Pablo Mariz/Arquivo Pessoal)

O primeiro lugar geral da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2018 conquistou a colocação após ser reprovado no curso de medicina no ano anterior. O bombeiro militar Pablo Mariz, de 23 anos, decidiu que queria cursar medicina há cerca de 1 ano e meio, quando já estava trabalhando na corporação e já tinha passado pela universidade no curso de educação física.

No Enem 2017, ele conseguiu fazer 751 pontos, o que não foi suficiente para passar em Medicina. “Eu estudei por seis meses. Fazia muito tempo que não estudava conteúdo do ensino médio. Eu não sabia direito o que estudar, não tinha um direcionamento. Fiz tudo por conta própria, sem cronograma. Por isso, não consegui ver todo o programa. Mas foi um ano de experiência pra mim”, contou.

No ano seguinte, Mariz teve mais disciplina. Começou a fazer um cursinho para ter um direcionamento e estudava entre 4 e 5 horas por dia, revisando a teoria, fazendo exercícios, respondendo provas anteriores e simulados e produzindo uma redação por semana. Com a nova rotina, conseguiu conquistar uma nota de 825,92 pontos, que o colocou no primerio lugar geral da UFPB.

“Eu esperava passar por conta da média, mas não esperava ser 1º lugar. Fiquei muito feliz a cada corte e na expectativa pro resultado final”, disse Mariz.

Estudos e esporte
Apesar da rotina rigorosa, Mariz explicou que o esporte também foi importante para a conquista. Atleta de jiu-jitsu, ele chegava a fazer dois treinos por dia. Para ele, todo candidato a uma vaga na universidade deveria tentar conciliar os estudos com a atividade física.

“O ideal é esquecer o estudo por um momento, para conseguir se manter motivado sem ficar tão estressado”, explicou.

Dicas para candidatos
Para quem também quer ingressar na universidade pública em cursos com nota de corte alta, Mariz indica um hábito de estudos com disciplina, mas afirma que não é preciso exagerar.

“É preciso entender que o estudo é uma maratona. Se você exagerar, não vai conseguir manter o ritmo do começo até o fim. É melhor ter um ritmo lento e conseguir manter o ano todo. E também confiança, acreditar que vai passar. Assim fica mais fácil se manter motivado o ano todo”, afirmou.

G1

Tags:
YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco