header top bar

section content

Universidade da Paraíba decreta ponto facultativo e suspende provas devido a protestos em todo o país

Uma nova data para realização do certame será definida assim que a situação for normalizada

Por Luzia de Sousa

24/05/2018 às 15h07

UEPB esclarece que caso de estupro não envolveu aluna

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) decretou ponto facultativo em todos os câmpus da Instituição, nesta quinta (24) e sexta-feira (25), e determinou a suspensão da realização das provas do processo seletivo para agente de portaria, que estava marcada para o próximo domingo (27). Uma nova data para realização do certame será definida assim que a situação for normalizada e divulgada com antecedência para conhecimento de todos.

VEJA MAIS!

VÍDEO: Enquanto Cajazeiras e Sousa vivem situação de caos por causa de combustíveis, sindicalista revela como estão as negociações em Brasília

Caminhoneiros fazem protesto e interditam a BR-230 na região de Sousa

A decisão reflete a preocupação do reitor Rangel Junior e da comunidade acadêmica com a conjuntura instalada no país, reveladora de um caos político e econômico agravado com paralisação de atividades e amplificando a já notória insegurança espraiada em todos os setores e segmentos da sociedade. A Portaria UEPB/GR/039/2018 considerou que o acesso da comunidade universitária, costumeiramente, se dá por meio de viagens e deslocamentos fora da sede do local de estudo dos alunos e de trabalho dos servidores docentes e técnicos e, mesmo quando coincidem moradia e local de atividade na mesma cidade, o deslocamento se faz por meio de transporte próprio ou coletivo.

O documento destaca também que o ambiente caótico fomentado com a ação combinada de caminhoneiros, parte do empresariado nacional e distribuidoras de combustíveis instalou uma paralisia nos transportes rodoviários em toda a extensão territorial do país, dificultando e/ou impedindo acesso aos locais de atividades em termos acadêmicos e administrativos, na UEPB, em todos os câmpus.

A Portaria determina que as atividades que envolvem segurança nos diversos setores, tanto na área patrimonial quanto a segurança de dados e informações, permaneçam inalterados, com as adequações necessárias sendo procedidas pelas chefias destes setores. Todas as atividades acadêmicas que tenham sido realizadas com possível prejuízo de assiduidade e/ou pontualidade para estudantes, e mesmo as atividades previamente agendas, devem ser devidamente ajustadas de modo a não provocarem prejuízos ao processo de avaliação dos discentes.

Assessoria

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir