header top bar

section content

Governo federal bloqueia 61 bolsas de pesquisa para alunos da Universidade Federal do Ceará

As bolsas seriam destinadas para alunos aprovados em programas de mestrado, doutorado e pós-doutorado na instituição

Por G1 CE

09/05/2019 às 11h09

O congelamento prejudica vários alunos

O Governo Federal bloqueou 61 bolsas de pesquisa de mestrado, doutorado e pós-doutorado oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para alunos da Universidade Federal do Ceará (UFC).

De acordo com o pró-reitor-adjunto de Pesquisa e Pós-graduação da UFC, Jorge Herbert Soares Lira, as vagas foram retiradas do sistema da Capes, que é vinculado ao Ministério da Educação (MEC). Elas seriam destinadas a novos alunos aprovados em programas de mestrados, doutorado e pós-doutorado na instituição.

O congelamento das bolsas afetou instituições públicas federais de todo o País. A assessoria do órgão de fomento informou ao G1 que o bloqueio das bolsas se deu neste mês de maio e que o sistema para geração de folhas de pagamento “permaneceu fechado para ajuste da concessão de bolsas” neste mês, o que, na prática, significa o “recolhimento de bolsas que estavam à disposição das Instituições”. O órgão não disse quantas bolsas de pesquisa foram afetadas.

Ainda conforme o pró-reitor-adjunto de pesquisa, o congelamento prejudica principalmente alunos do pós-doutorados, que já estão com a seleção em andamento e esperam por uma bolsa. Além disso, estudantes que iriam fazer estágio de doutorado-sanduíche no exterior não têm mais as bolsas disponíveis no sistema da Capes.

Jorge Herbert Lira disse que a UFC ainda não recebeu nenhum comunicado oficial e que irá pedir explicações a Capes para o bloqueio e se ele é temporário ou não. O pró-reitor-adjunto de pesquisa informou que bloqueios como o de hoje já ocorreram em governos anteriores, mas foram rapidamente resolvidos.

Bloqueio de 30% nos orçamento
A Universidade Federal do Ceará divulgou nota nesta terça-feira (7) afirmando que o bloqueio de 30% das verbas federais destinadas ao ensino superior vai dificultar o pagamento de despesas e impactar em setores como o Hospital Universitário Walter Cantídio e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand.

Segundo a instituição, o orçamento previsto para este ano na UFC era de R$ 158 milhões. Do valor bloqueado, R$ 43 milhões seriam destinados ao custeio, que envolve despesas com água, luz, restaurante universitário, manutenção, limpeza e segurança. Já os outros R$ 2 milhões, para investimentos nos 8 campi da universidade, como aquisição de equipamentos e finalização de obras em andamento.

Contudo, segundo o reitor da UFC, Henry Campos, a instituição ainda não foi comunicada oficialmente acerca da medida, embora o bloqueio já conste no Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle (Simec), desde o dia do anúncio. Por esse motivo, o reitor deve encaminhar até a próxima quarta-feira (8) um documento ao MEC evidenciando os indicadores de desempenho da UFC, como tentativa de reverter a decisão.

Fonte: G1 CE - https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/05/08/governo-federal-bloqueia-61-bolsas-de-pesquisa-para-alunos-da-universidade-federal-do-ceara.ghtml

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO: Xeque Mate homenageia mototaxistas e entrevista a única mulher mototaxista de Cajazeiras

HOMENAGEM

VÍDEO: Com música ao vivo, programa Diversidade em Foco faz reflexão sobre o Dia das Mães; Assista!

EXCLUSIVO

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo