header top bar

section content

Ministério da Educação divulga as notas do Enem 2014. Confira!

Candidatos podem consultar nota individualmente pela internet. Inscrição para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começa segunda (19).

Por

13/01/2015 às 20h35

O Ministério da Educação liberou na noite desta terça-feira (13) a consulta individual das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 para 6.193.565 estudantes que fizeram as provas. Eles podem acessar sua nota na página enem.inep.gov.br ou no sitesistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem.

ACESSE SUA NOTA NO ENEM 2014
Para ver o resultado, o candidato deve inserir seu número de inscrição do Enem e a senha de acesso ou CPF e senha.

Logo após a publicação das notas, a página de acesso do Inep apresentou lentidão devido ao grande volume de tráfego.

Os mais de 6,2 milhões de estudantes que fizeram as provas poderão ver a nota que tiraram nas provas objetivas (ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática) e na redação. Dúvidas podem ser solucionadas pelo telefone de auxílio do Enem: 0800 61 61 61.

O exame foi realizado nos dias 8 e 9 de novembro de 2014.

Queda na média
Segundo o Ministério da Educação, as médias em matemática e redação dos alunos concluintes do ensino médio caíram 7,3% e 9,7%, respectivamente, em relação ao Enem do ano anterior.

Mais de 529 mil candidatos tiraram nota zero em redação, e apenas 250 obtiveram a nota máxima (1.000 pontos).

A demora na divulgação das notas deixou milhares de estudantes ansiosos durante todo o dia. Muitos criaram memes nas redes sociais para brincar com a espera pela divulgação.

G1

Tags:

Recomendado para você pelo google

ENTREVISTA

Presidenta do Coren diz que enfermeiro pode ter clínica, luta pelo piso salarial e fala sobre concursos

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

TERRAS

VÍDEO: Diversidade em Foco fala da Comissão Pastoral da terra e da luta agrária no sertão