header top bar

section content

Internautas acusam apresentador da record Marcelo Rezende de humilhar repórter: ‘Foi horrível’

Rezende tentou se defender, e afirmou que não teve a intenção de destratar a repórter

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

13/05/2016 às 10h50

Marcelo Rezende (Foto: Reprodução)

Nesta última quarta-feira (11), Marcelo Rezende foi acusado de tentar humilhar uma repórter do “Cidade Alerta” durante a edição do seu programa.

 A profissional, Lizandra, não soube definir “o que era morte seguida de roubo, só sabia que roubo seguido de morte era latrocínio”. A maneira como o apresentador corrigiu a repórter não foi bem vista por internautas, que o criticaram nas redes sociais. “Foi horrível a maneira como você corrigiu a jornalista, eu fiquei sem graça por ela”, “Isso foi muita falta de respeito, até deixou a repórter sem graça, em rede nacional, e ao vivo”, “Pegou pesado com a moça”, foram alguns dos comentários deixados no perfil do apresentador no Instagram.

Ainda durante edição, ao perceber a repercussão negativa, Rezende tentou se defender, e afirmou que não teve a intenção de destratar a repórter. “Eu vi que algumas pessoas entraram no meu Instagram e me disseram ‘você está humilhando a moça’, ‘você está a maltratando’. Eu quero dizer o seguinte, estou tentando ensiná-la, até para que uma coisa errada não vá ao ar. Eu faço disso daqui uma conversa, uma família, e é natural uma pessoa com mais experiência. É como se eu estivesse falando com a minha irmã mais nova”, disse. “Não existe a menor possibilidade de eu fazer isso [o de tentar humilhar] com alguém. Não faz parte do meu caráter”, completou.

Notícias ao Minuto

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo traz resumo da 2ª rodada do Paraibano e detalhes da nova contratação do Atlético

COM CHICO CARDOSO

VÍDEO: ‘Briga’ entre Zé Aldemir e Airton, e Tyrone com os Gadelhas são os destaques do Direto ao Ponto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Advogadas tiram dúvidas sobre Previdência Social e criticam atendimento no INSS de Cajazeiras

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Júnior e Jeová começam a ganhar cargos em Cajazeiras e “sinal vermelho foi ligado”, diz colunista