header top bar

section content

Ana Paula Valadão critica feminismo e diz que mulher deve servir mais: “Sou feminina e não feminista”

De acordo com a líder religiosa, o cristianismo foi o precursor dos direitos humanos, pois segundo o apóstolo Paulo, não há distinção ou preconceito entre pessoas.

Por Priscila Belmont

13/03/2017 às 17h02

A cantora e pastora Ana Paula Valadão gravou um vídeo, no último dia internacional da mulher, fazendo declarações um tanto polêmicas. De acordo com a líder religiosa, o cristianismo foi o precursor dos direitos humanos, pois segundo o apóstolo Paulo, não há distinção ou preconceito entre pessoas.

Ela enquadrou a mulher como auxiliadora do lar e responsável por edificar a estrutura que é a família. Atualmente, segundo Ana Paula, a mulher saiu do seu lugar, que é importante: “Não vamos fazer greve, vamos servir mais, ser mulheres segundo os padrões bíblicos”, admoestou a religiosa.

Estratégias femininas, dóceis, mansas, devem ser a marca de luta da mulher: “E que você possa se levantar como mulher de Deus, não como feministas, vamos ser mulheres femininas”, aconselhou.

O vídeo passou a ser compartilhado com algumas críticas de internautas e apoio de outros.

Polêmica Paraíba

Recomendado para você pelo google

VIRALIZOU NA WEB

Vídeo de jovem que se feriu ao pular de sangria de barragem no Sertão vai parar em página de humor

VÍDEO!

Projeto social de Cia de Trânsito de Cajazeiras distribui cestas básicas e ovos de Páscoa para crianças

DESABAFO

VÍDEO: Vereadora ex-aliada do prefeito de Ipaumirim, detona gestão de Geraldão: “O prefeito é ausente”

BOA INICIATIVA!

Prefeito de Monte Horebe anuncia pães e peixes para população carente e antecipação do salário de Abril