header top bar

section content

Atriz tenta resolver cubo mágico enquanto é estimulada sexualmente. VÍDEOS!

O canal Puro Êxtase convida homens e mulheres a executarem tarefas básicas ao mesmo tempo em que são masturbados

Por Luzia de Sousa

27/05/2017 às 15h13 • atualizado em 26/05/2017 às 15h18

Ler um livro, fazer cubo mágico, datilografar um texto ou jogar algum game enquanto é estimulado sexualmente não é fácil. O canal do YouTube “Puro Êxtase” propõe um jogo diferente: homens e mulheres precisam executar as tarefas acima enquanto são masturbados. O resultado garante boas risadas a quem assisti. Atores de filmes adultos são convidados para um desafio enquanto uma outra pessoa, posicionada debaixo da mesa, encarrega-se das carícias.

No ar desde 2015, o programa, que chega à 3ª temporada, trata o orgasmo e o prazer sexual sem pudor. O Puro Êxtase já convidou Patrícia Kimberly, Miyuki Tachibana e Lilith Scarlett para “chegaram lá” em frente às câmeras. Atualmente são mais de 75 mil seguidores em vídeos que variam de 5 mil a 800 mil visualizações.

No primeiro capítulo de “Puro Extase”, Lola Benvenutti, garota de programa e escritora, topou o desafio de comer um prato de macarrão enquanto era estimulada pelo namorado. A série também convida homens, como foi o caso do escritor Thiago Manzo.

O canal é comandado pelo apresentador Pedro Diniz. Ele é conhecido pela webserie “Gozando de Um Bom Livro”, de 2013, adaptação brasileira do experimento “Hysterical Literature“, que mostrava mulheres sendo estimuladas por um vibrador enquanto liam um livro.

Metrópoles

"AQUI NESSA MESA DE BAR"

VÍDEO: Homenagem a garçons de Cajazeiras no programa Xeque-Mate tem música, drinks e boas histórias

SAÚDE E BEM-ESTAR

VÍDEO: Sangramento nas regiões do reto e do ânus pode ser sinal de doença grave, avisa médico

APOIO DE CRAQUE

VÍDEO: Embaixador do Campeonato Paraibano, Hulk diz que está à disposição para ajudar clubes do Sertão

COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

VÍDEO: Para advogado da OAB de Cajazeiras, investir em presídios e não em escolas é ‘enxugar gelo’