header top bar

section content

Nova tendência: procedimento estético de clareamento a laser do pênis é lançado no mercado

Em casos onde os cuidados básicos não são tomados, há riscos maiores de irritação da pele e infeção. Todo cuidado é pouco.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

05/01/2018 às 09h22

Clareamento no órgão está virando febre no mundo

Procedimentos estéticos são cada vez mais comuns e, com o avanço da tecnologia e dos novos produtos de beleza, não para de crescer o número de pessoas, e especialmente de mulheres, que se submetem às mais diversas técnicas que prometem melhorar ou “corrigir” a aparência de alguma parte do corpo.

Um novo procedimento, no entanto, chama a atenção primeiro por não ser voltado ao público feminino, e depois por se tratar, basicamente, de um tratamento que busca clarear a pele ao redor do pênis.

O novo procedimento tem feito sucesso na Tailândia, e já são mais de 100 homens que se submetem, a cada mês, a terapias de laser que têm o objetivo de clarear o órgão sexual masculino.

Bunthita Wattanasiri, responsável pela sessão de tratamentos a laser do Hospital Lelax, disse, em declaração publicada no Metro, que o número de interessados é constante e que a equipe realiza os procedimentos de clareamento com os devidos cuidados, já que estamos falando de uma região conhecida por ser muito sensível.

Wattanasiri contou também que seus clientes têm idades entre 22 e 55 anos, e que o procedimento é mais popular entre a comunidade LGBTQ. As cinco primeiras sessões de laser que são necessárias para o procedimento custam o equivalente a R$ 2.099.

O fenômeno é interessante de se observar na Tailândia, onde é culturalmente comum encontrar pessoas em busca de tratamentos que clareiam a pele. Antes do clareamento do pênis, muitas pessoas já estavam usando técnicas que prometem clarear a região ao redor do ânus.

A diferença do tom de pele nas regiões genitais e também ao redor do ânus é totalmente normal e natural. Ela acontece em decorrência da produção de melatonina, que tem relação com os picos de hormônios da puberdade, como o estrogênio e a testosterona.

Vale lembrar que os tratamentos que realmente funcionam são os feitos em clínicas estéticas próprias para isso – é perigoso, inclusive, comprar cremes e outros produtos para passar nessas regiões íntimas e sensíveis. Uma vez que você realmente decida se submeter a terapias a laser, tenha em mente que são necessárias várias sessões para que o efeito seja notável.

Em casos onde os cuidados básicos não são tomados, há riscos maiores de irritação da pele e infeção. Todo cuidado é pouco.

Mega Curioso

Tags:

Recomendado para você pelo google

ESTÁ DE VOLTA

VÍDEO: CDL de Cajazeiras lança campanha Natal Premiado 2019 com novidades tecnológicas; veja os prêmios

EM RECIFE

VÍDEO: Publicitário cajazeirense que revelou Shaolin e Hulk conta como alcançou sucesso e ganhou prêmios

BOMBEIROS NO LOCAL

VÍDEO: Incêndio destrói fazenda de vereador em Itaporanga, e funcionário suspeita de ato criminoso

CONSÓRCIO NORDESTE

VÍDEO: João Azevêdo destaca potencial tecnológico de Campina Grande em encontro com empresários alemães