header top bar

section content

Robô sexual com pênis incansável é a nova promessa tecnológica para 2018

Para David Levy, autor de “Sexo e Amor com Robôs”, é certo sobre o futuro que mulheres acharão os robôs tão atraentes quanto os homens

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

12/01/2018 às 09h18

O pênis biônico acoplado à máquina é simplesmente insaciável

Robôs sexuais são cada vez mais comuns, e ainda que nos soe estranha a ideia de que uma pessoa possa manter relações sexuais com um ser robótico, a indústria desses novos brinquedos sexuais está avançando a passos largos.

Primeiro, as versões femininas ficaram mais populares, mas muito em breve será possível se entregar aos prazeres do sexo robótico com versões masculinas também. A fabricante RealDoll está não apenas trabalhando em um modelo masculino como, ao que tudo indica, esse robô deve ficar conhecido pelo seu desempenho incansável, digamos assim.

O pênis biônico acoplado à máquina é simplesmente insaciável e, de acordo com Matt McMullen, que falou ao Metro em nome da fabricante, ainda estão sendo feitos ajustes com relação à voz e à personalidade do robô. Para melhorar as opções de compra, os clientes poderão escolher que modelo de pênis deve acompanhar a máquina.

Para David Levy, autor de “Sexo e Amor com Robôs”, é certo sobre o futuro que mulheres acharão os robôs tão atraentes quanto os homens: “Se as mulheres estão interessadas em ter satisfação através de um vibrador, imagina como as mesmas mulheres se sentirão tendo um robô cujos braços elas podem colocar ao redor delas?”, provocou o autor.

Mega Curioso

Tags:
FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Azevêdo diz que apesar de Sousa não eleger nenhum deputado, cidade terá representante no governo

AGRADECIMENTOS

VÍDEO: Em show após morte do pai, cantor cajazeirense emociona ao contar trajetória e apoio da família

SE POSICIONANDO

Líder católico de Cajazeiras grava vídeo fazendo apelo para não votarem em Bolsonaro “pelo amor de Deus”