header top bar

section content

Nanda Costa diz como assumiu homossexualidade à família: ‘Por telefone’

Bissexual assumida, atriz Nanda Costa, 31 anos, namora há quatro anos e meio com a percussionista Lan Lanh, 50

Por Notícias ao Minuto

18/08/2018 às 08h18 • atualizado em 17/08/2018 às 16h21

Nanda Costa (Foto: Divulgação/TV Globo)

Bissexual assumida, a atriz Nanda Costa, 31 anos, que namora há quatro anos e meio com a percussionista Lan Lanh, 50, contou, em entrevista à Marie Clarie, que nunca escondeu a opção sexual dela. Preferiu apenas preservar. “A gente vive num país extremamente preconceituoso e eu não queria ser rotulada, como sempre buscam rotular. Eu sempre me senti muito livre”, disse.

Questionada sobre a aceitação na família, Nanda revelou que não houve problemas, a não ser o medo dos próprios parentes de a artista sofrer preconceito. No dia em que contou, ela havia sido assaltada e todos os pertences foram levados pelos ladrões. Precisou ir ao hospital e estava sem o seguro de saúde.

“Liguei pra minha mãe. E ela: ‘Fê, você nunca fica doente. Está sozinha?’. E respondi que não estava. Ela quis saber com quem, e falei: ‘Com a Ana’. Perguntou quem era Ana, não quis mentir, disse que era minha namorada. Ela desligou. Meus avós quiseram saber o que houve, e ela contou. Minha avó reagiu de forma parecida, mas meu avô disse ‘graças a Deus ela está com alguém que a ama’. Hoje está tudo ótimo, elas super me apoiam, adoram a Lan.”

Primeira vez

O primeiro amor de Nada foi um homem. Ela perdeu a virgindade aos 16 anos com ele. “Era louca por ele. Em um fim de semana, iria para a formatura dele, no Rio, ele ligou e disse: ‘Não vem, não’ e acabou. Pensei que fosse morrer [risos]. A Maria Rita tinha acabado de lançar o primeiro disco, e ficava ouvindo no repeat a música ‘Ele não é de nada’”, recordou.

Paixão por mulheres

O interesse por mulheres, contou, foi despertado enquanto em um bloco de Carnaval, em Paraty. Na época, Nanda namorava Fernando e, ao saírem no “Bloco das Piranhas”, em que homens se vestem de mulheres, ela começou a olhar diferente para as meninas. “Ele passou rímel, batom, blush, botou salto e saia. Fez a barba. Olhei e falei ‘caramba’ [arregala os olhos]. Fiquei louca por ele e disse: ‘Fernando, você tá muito gata!’. E ele: ‘Fê, tá tudo bem, sou eu’”.

A primeira paixão por uma mulher foi quando já aparecia nas telinhas. “Já era atriz de TV, fazendo novela, tinha medo da exposição. Aí nos beijamos, tomei coragem e me declarei. Ela riu e falou: ‘Achei que fosse só um beijinho. Não quero esse cargo de ser sua primeira, não’. Me dispensou!”, relatou.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/fama/637607/nanda-costa-diz-como-assumiu-homossexualidade-a-familia-por-telefone

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras