header top bar

section content

Cantor Sertanejo é preso no Paraná em operação contra fraude bancária

A ação, comandada pelo Ministério Público do Rio, corresponde a segunda fase da Operação Open Doors e terminou com 29 prisões

Por Notícias ao Minuto

19/09/2018 às 08h37 • atualizado em 19/09/2018 às 08h38

Rick Ribeiro (Foto: Reprodução / Youtube)

O cantor sertanejo Rick Ribeiro foi preso, na segunda-feira (17), em Ponta Grossa, no Paraná, durante uma operação contra fraude bancária. De acordo com as investigações, ele faria parte de uma quadrilha que teria roubado cerca de R$ 30 milhões de instituições financeiras e pessoas físicas, entre os anos de 2016 e 2017.

A ação, comandada pelo Ministério Público do Rio, corresponde a segunda fase da Operação Open Doors e terminou com 29 prisões. Nessa etapa, foram buscados os membros de maior hierarquia da organização que atuariam nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

Segundo o Ministério Público do Rio, os criminosos enviavam spam via e-mail e SMS para milhares de pessoas, com mensagens falsas de instituições bancárias. Ao clicar nesses links, a vítima era então direcionada a websites phishing, com programas que capturam informações de contas e senhas.

O grupo também agia ligando para potenciais vítimas, se fazendo passar por funcionários de instituições bancárias, para obter dados pessoais. Os criminosos ainda usavam “laranjas” na compra de terrenos, apartamentos e salas comerciais, tanto para camuflar a origem do dinheiro quanto para ocultar o patrimônio.

Segundo o jornal O Globo, Rick Ribeiro é investigado por hackear sistemas e usar os recursos para financiar seus clipes. Ele também comprava carros de luxo com o dinheiro roubado. Um dos veículos foi avaliado em R$ 500 mil. Outros membros da quadrilha também ostentavam dinheiro do esquema na internet.

Além de Rick Ribeiro, cujo nome verdadeiro é Luiz Henrique Ribeiro da Costa Lesniovski, também foram denunciados nesta fase da operação: Richard Lucas da Silva Miranda, Washington José Felicio, Dilson de Almeida Panisio, Pedro Vicenzo Fernandes Cardoso, Rafael Rocha Burkner e Newton Cesar Rocha de Castro.

A polícia não informou se os acusados já têm advogado. A reportagem tentou contato com a assessoria de Rick Ribeiro, mas não obteve retorno até a publicação deste texto.

Fonte: Notícias ao Minuto - https://www.noticiasaominuto.com.br/fama/653964/sertanejo-rick-ribeiro-e-preso-no-pr-em-operacao-contra-fraude-bancaria

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Diário Esportivo recebe a comissão técnica do Atlético de Cajazeiras e Ederson confirma reforços

sadasd

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança desta semana reflete sobre a importância das ‘pequenas coisas’

OBRAS E INAUGURAÇÕES

Prefeito de Sousa reúne imprensa para coletiva e anuncia ações e inaugurações para o final do ano

ENTREVISTA EXCLUSIVA

VÍDEO: Dra. Paula garante Zé Aldemir candidato em 2020, mas pede cuidado em alianças com ‘bagulhos’