header top bar

section content

Modelo Cajazeirense bomba em todo o país e página na internet já ultrapassa os 110 mil seguidores

A modelo sempre posa para lojas de lingeries e biquínis: “Eu me considero Pessoense, eu amo a minha João Pessoa e também amo viajar e conhecer novos lugares”

Por SHOW DIÁRIO

08/01/2019 às 13h33 • atualizado em 08/01/2019 às 13h38

Polyanna tem 24 anos e está bombando como modelo e digital influencer

A modelo Polyanna Prado de 24 anos, natural da cidade de Cajazeiras, Sertão do estado, está bombando nas redes sociais.

Residindo em João Pessoa à 12 anos, Digital Influencer  vem ganhando destaque na internet com a quantidade de seguidores. Conhecida nacionalmente por viagens que ela sempre faz pelo Brasil, o número de seguidores da jovem no instagram já ultrapassam os 100K.

A modelo sempre posa para lojas de lingeries e biquínis, divulgando seus trabalhos e marcas de anunciantes: “Eu me considero Pessoense, eu amo a minha João Pessoa e também amo viajar e conhecer novos lugares”

Polyanna tem 24 anos e está bombando como modelo e digital influencer

+ Fotógrafo sousense bomba nas redes sociais ao virar digital influencer e postar diariamente a sua vida

DIGITAL INFLUENCER

O digital influencer é a pessoa que detém o poder de influência em um determinado grupo de pessoas. Os influenciadores digitais impactam centenas e até milhares de seguidores, todos os dias, com o seu estilo de vida, opiniões e hábitos.

Para conferir mais fotos da jovem, siga através de seu instagram: @polyannaprado_oficial

Página oficial da modelo no instagram (Foto: Divulgação)

SHOW DIÁRIO

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”