header top bar

section content

Cantor Chris Brown é preso em Paris após acusação de estupro

Segundo agências internacionais, a informação foi confirmada por uma fonte da polícia francesa.

Por G1

22/01/2019 às 08h30

Chris Brown (Foto: AP)

Chris Brown foi preso em Paris após acusação de estupro na manhã desta segunda-feira (21). De acordo com agências internacionais, a informação foi confirmada por uma fonte da polícia francesa.

Segundo o jornal “Le Parisien”, a queixa foi apresentada por uma jovem de 24 anos. O suposto crime teria acontecido durante a noite de 15 a 16 de janeiro. Segundo a acusação, a jovem teria conhecido o cantor em uma discoteca parisiense. Em seguida, Brown teria convidado ela e outras mulheres para o acompanhar ao quarto de seu hotel. Ela também teria sido abusada por um amigo do cantor e seu guarda-costas. Os três foram detidos.

Em julho de 2018, Chris Brown foi preso por cerca de uma hora na Flórida, nos EUA. Na ocasião, o gabinete do Xerife do Condado de Palm Beach não forneceu detalhes sobre o motivo do mandado de prisão, mas afirmou que ele foi liberado após pagar fiança.

O cantor já teve vários desentendimentos com a justiça. Em maio do mesmo ano, Chris Brown estava sendo processado por incentivar e auxiliar o estupro de uma mulher durante uma festa na sua casa em 2017.

Em agosto de 2016, o cantor foi detido por usar arma de fogo para ameaçar uma mulher, em Los Angeles, e liberado após pagar uma fiança de US$ 250 mil dólares.

Fonte: G1 - https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/2019/01/22/chris-brown-e-preso-em-paris-apos-acusacao-de-estupro.ghtml

Recomendado para você pelo google

DINHEIRO NO BOLSO

VÍDEO: Show e Prêmios Alô da Sorte realiza mais um sorteio mensal da rodada extra; Saiba quem ganhou

PROFESSORES CONTRATADOS

VÍDEO: Após pressão de vereador, prefeitura de Cajazeiras confirma pagamento de salários atrasados

VIOLÊNCIA SEM PARAR

VÍDEO: Jovem é morto com vários tiros e mulher fica ferida após ser vítima de bala perdida em Cajazeiras

TRAGÉDIA

VÍDEO: Comandante da PM lamenta morte de vereador e diz que assassinos são conhecidos no crime