header top bar

section content

Gretchen anuncia fim de casamento de 7 anos com português Carlos Marques

Este foi o 17º casamento da rainha do rebolado

Por SHOW DIÁRIO

14/01/2020 às 08h45

Gretchen e Carlos Marques (Foto: Edu Moraes / Record TV / Divulgação)

Chegou ao fim mais um casamento da rainha do rebolado, Gretchen.

Ela estava casada com o português Carlos Marques há 7 anos.

Em suas redes sociais, Gretchen desabafou:

“Após sete anos de relacionamento, cheio de carinho, respeito e muita felicidade, nosso amor se transformou em uma linda e eterna amizade.

A decisão foi tomada em comum acordo, ao percebermos que nossa relação caminhava para um rumo diferente, de uma forma natural e madura.

Somos gratos por todo suporte e apoio daqueles que acompanharam nossa linda história, e a partir de agora, cada um segue separadamente sua nova jornada em 2020, confiantes que esse amor transformado em amizade seja o melhor para o ano que se inicia.

Nosso casamento termina de uma maneira leve, para dar início a uma nova etapa na vida de cada um. Carlos continuará morando na Europa, enquanto eu irei me dividir entre Europa e Brasil para cumprir minhas obrigações de trabalho.

Aos queridos amigos e parceiros profissionais, pedimos e sabemos que teremos o devido respeito de todos neste momento de mudança. Sempre fui transparente com meus fãs e seguidores, e por isso decidi comunicar diretamente todos vocês. Conto com o carinho e a empatia de todos. Estamos bem.
Beijos e obrigada!”, disse ela em um post.

Este foi o 17º casamento da rainha do rebolado.

SHOW DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

PROBLEMA SOCIAL

VÍDEO: Conselho Tutelar notifica pais por causa de crianças pedindo nos semáforos de Cajazeiras

OPÇÃO RELIGIOSA

VÍDEO: Retiro de Carnaval de Pombal anuncia programação da 35° edição com atrações a nível nacional

CAMPEONATO PARAIBANO

VÍDEO: Wesley, Éder Paulista e o técnico Ederson Araújo aprovam estreia do Atlético e elogiam a torcida

FALTA DE COMODIDADE

Professora cobra fiscalização na ocupação de calçadas por comerciantes que interfere a mobilidade urbana