header top bar

string(11) "show-diario"

section content

Após 1 ano, fotos inéditas do acidente que matou Eduardo Campos são divulgadas na web

Moradores do bairro atingido cederam os registros da tragédia que vitimou sete pessoas

Por

13/08/2015 às 07h50

Um site teve acesso exclusivo a imagens que ainda não haviam sido publicadas dos estragos causados pela queda do jato que matou o então presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, e mais seis pessoas no dia 13 de agosto de 2014.

São imagens de destroços da aeronave e do cenário de guerra que se instaurou em um pedaço do Boqueirão, em Santos, litoral de São Paulo.

 

 

 

Causa de queda de avião de Campos ainda é desconhecida

Em janeiro, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) divulgou as primeiras informações sobre a investigação do acidente com a aeronave de matrícula PR-AFA. O órgão descartou hipóteses de colisão com aves, drones ou aeronaves. “O avião não estava voando invertido antes da queda e os motores estavam funcionando no momento do impacto com o solo. 
Além disso, os pilotos fizeram rota diferente do previsto na carta de aproximação por instrumentos para pouso na Base Aérea de Santos.”

O Cenipa informou que, como em todos os acidentes aeronáuticos, não fixa um prazo para a conclusão do relatório final, mas que o resultado está prestes a sair. As investigações conduzidas pelo órgão têm o objetivo de evitar que acidentes com as mesmas características ocorram. Os ensinamentos obtidos são divulgados para a comunidade aeronáutica na forma de Recomendações de Segurança, que completam, assim, o ciclo da prevenção.

R7

Tags:
BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça