header top bar

section content

BIG BOMBA BRASIL: BBB pode sair algemado a qualquer momento da casa

Ele disse que matou um menor de dezesseis anos no Complexo do Alemão, a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro vai ao Projac nos próximos dias para interrogá-lo.

Por

25/01/2015 às 16h58

Luan servia o Exército, em 2010, e integrava o 8º Grupo de Artilharia.

Por conta das declarações que o carioca Luan Patrício deu no "Big Brother Brasil 15" – ele disse que matou um menor de dezesseis anos no Complexo do Alemão, a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro vai ao Projac nos próximos dias para interrogá-lo. As informações são da coluna de Lauro Jardim, da revista Veja.

Luan servia o Exército, em 2010, e integrava o 8º Grupo de Artilharia que ocupou as favelas da região, incluindo o Complexo do Alemão, durante sua pacificação.

Jornal News

Tags:

Recomendado para você pelo google

POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS

VÍDEO: Diretor do HRC esclarece morte de jovem após parto cesariano e diz que pré-natal não foi regular

BEM RECEBIDO NA PB

VÍDEO: Bolsonaro é recebido com festa em Campina Grande e compartilha imagens em suas redes sociais

MUDANÇA DE VIDA

VÍDEO: Em Cajazeiras, Thiago Brado relata por que deixou de cantar em bares para ser artista católico

PRINCIPAIS ALVOS

VÍDEOS: Lula é carregado por multidão e ataca Globo, Moro e Bolsonaro em discurso no ABC: “Tô de volta”