header top bar

section content

Cantor dependente químico festeja alta de clínica de reabilitação declara: “Preferi viver”

Desde março afastado da carreira, Hudson gravou algumas músicas num estúdio improvisado dentro da clínica e agora faz planos de lançar um disco novo ao lado do irmão

Por

29/09/2014 às 08h30

Após sete meses internado em um clínica de reabilitação em São Paulo, o cantor sertanejo Hudson comemorou sua alta esta semana. Em entrevista ao "Fantástico" deste domingo (28), ele lembrou que passou momentos difíceis por causa do vício em álcool e drogas. "Entre morrer e viver, eu preferi viver. E aqui foi onde eu aprendi a viver novamente. Acho que é o dia mais feliz da minha vida. Eu estou voltando para a sociedade, só que limpo, né?", afirmou.

A ideia da internação foi do pai do cantor, Jerônimo Silva. "Eu fiz a coisa mais certa da minha vida, salvar um filho", disse. "Todo dia, eu trocava um almoço, meu café da manhã, por uma talagada de uísque. Aí, entrei nessa de cocaína", conta o sertanejo, que chegou a ter doze overdoses e duas lesões no cérebro, que não deixaram sequelas. Nesse período, teve também o apoio da noiva, Thayra Machado: "Estou feliz, orgulhosa dele. Um vencedor, né?".

Hudson começou a cantar com o irmão Edson ainda criança e hoje soma 35 anos de carreira na música sertaneja. Os dois se separaram por dois anos, entre 2009 e 2011, e retomaram a dupla, mas a parceria foi desfeita mais uma vez no começo deste ano. Desde o suicídio da mulher, Larissa, em 2012, a dependência de Hudson só piorou. "Quando houve essa tragédia na minha vida, aí eu comecei a usar todo dia. Eu dormia com a garrafa de uísque do lado da cama. Acordava e já bebia de novo. Descontrole total", admite o cantor, que foi preso duas vezes por porte ilegal de arma no ano passado.

Agora a situação é diferente, e o sertanejo reconhece que o importante é dar um passo de cada vez. "Eu me sinto 100% recuperado. Sinceramente eu tenho medo de uma recaída. Não adianta eu ser hipócrita. Mas esse medo é bom, é isso que vai me manter afastado", afirma. Desde março afastado da carreira, Hudson gravou algumas músicas num estúdio improvisado dentro da clínica e agora faz planos de lançar um disco novo ao lado do irmão. "É muito mais maluco você estar sem usar nada. Quando você está sóbrio, você enxerga a vida como ela é", diz Hudson.

UOL

Tags:

Recomendado para você pelo google

DIAS 30 E 31 DE MARÇO

VÍDEO: Comédia “Escolinha Profana”, dos criadores do “Pastoril Profano”, se apresentará em Cajazeiras

ÚLTIMOS PROCEDIMENTOS

VÍDEO: Cemitério da Zona Norte de Cajazeiras deverá ser construído ainda neste ano, afirma secretária

DE OLHO NO TURISMO

VÍDEO: Prefeito de Monte Horebe revela que está planejando festival de inverno com uma semana de eventos

FALECEU NESTE DOMINGO

VÍDEO: Sepultamento do advogado Júnior Bento é marcado por homenagens emocionantes da família e amigos