header top bar

section content

Viviane Araújo vai processar divulgador de vídeo íntimo e polêmico por calúnia

Informação foi dada pela advogada da atriz, que deve registrar queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática na próxima sexta.

Por

25/09/2014 às 08h00

Viviane Araújo vai processar a pessoa que espalhou o vídeo polêmico de um casal fazendo sexo na rua, e creditando ser a rainha de bateria do Salgueiro nas imagens, por calúnia..

O vídeo, que tem quase dois minutos de duração, mostra um carro preto parado em uma rua deserta, supostamente às 5h17 de 14 de setembro deste ano. Na sequência, um homem abre a porta, desce do carro, abaixa a calça e, então, a mulher aparece nua e de costas.

"Assim que fizermos o registro na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, e conseguirmos identificar quem foi a primeira pessoa que espalhou esse vídeo creditando ser a Viviane nas imagens, vamos processar por calúnia. Nas imagens, o que é mostrado é um crime de atentado ao pudor, e a pessoa que divulgou a imagem está imputando este crime a Viviane", explicou a advogada, acrescentando ainda que não conseguiu fazer a notificação na delegacia por causa da agenda de gravação de Viviane.

"Precisamos fazer isso o mais rápido possível, já que as imagens estão se espalhando cada vez mais e gerando danos a imagem dela. Acho que na próxima sexta-feira, conseguiremos notificar a autoridade policial", disse Regina Notini.

Viviane terá que ir à delegacia

A advogada explicou ainda que esse tipo de notificação não pode ser feita por procuração, que é preciso a presença da parte lesada fazendo a comunicação à autoridade policial. O caso também tem outra peculiaridade, uma vez que o vídeo tem se espalhado de pessoa para pessoa, através de aplicativos de trocas de mensagens, o que fica mais difícil a identificação da primeira pessoa a repassar as imagens. Até então, como aconteceu com a atriz Carolina Dieckmann – que teve seu computador pessoal invadido e com fotos íntimas divulgadas -, esse tipo de material fica hospedado em sites.

O caso de Carolina Dieckmann originou a Lei Carolina Dieckmann, que entrou em vigor em 2 de abril de 2013, e que prevê como crime a invasão de dispositivo informático alheio, violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita; interrupção ou perturbação de serviço telegráfico, telefônico, informático, telemático ou de informação de utilidade pública, e falsificação de documento particular/cartão. O caso de Viviane Araújo não se aplica a esta lei.

'As pessoas não chutam cachorro morto'

Em conversa com o EGO, Viviane Araújo negou veementemente que seja ela nas imagens, e se mostrou bastante abalada. "Fico me perguntando até que ponto a crueldade do ser humano vai. O que fizeram hoje comigo foi uma crueldade. 

Colocaram um vídeo como se fosse eu que estivesse fazendo sexo na rua com uma pessoa qualquer. Estou aqui para dizer que não era eu, e tenho como provar que não era eu. Nesse dia estava voltando do Salgueiro com amigos, dentro de uma van. A gente parou para lanchar, e eu tenho como provar tudo isso. E é sempre assim. As pessoas não chutam cachorro morto. Mas Deus está sempre do meu lado", disse Viviane bastante abalada.

Comunicado da atriz

No final da tarde desta quarta-feira, 24, a assessoria de imprensa da artista também divulgou comunicado falando sobre o assunto com aspas da advogada. 

"Regina Notini, advogada  da atriz e modelo Viviane Araújo, vem esclarecer publicamente que o vídeo postado na web com imagens de um casal praticando sexo em via pública não possui nenhuma vinculação com a mesma. Lamentavelmente, a pessoa que postou o vídeo certamente tinha a intenção clara de atingir a imagem de Viviane, pois a pessoa no vídeo lembra vagamente Viviane.

Informo que as providências jurídicas estão sendo tomadas, inclusive tal fato será noticiado à delegacia competente para apurar crimes desta natureza. Certamente a pessoa que postou o vídeo será punida por tal ato."

Globo

Tags:

Recomendado para você pelo google

EMPRESA INVESTIGADA

VÍDEO: Após inquérito do MPPB, prefeito José Aldemir responde se ainda vai ter concurso em Cajazeiras

20ª EDIÇÃO DO EVENTO

VÍDEO: Com Felipão, Eduarda Brasil e muito mais, Cavalgada e Festa de Marimbas leva multidão a Cachoeira

DA CÂMARA AO INSS

VÍDEO: Grupo prepara manifestação pública nesta sexta, em Cajazeiras, contra a reforma da Previdência

TEMA: SAÚDE E DEMOCRACIA

VÍDEO: Abertura da 7ª Conferência Municipal de Saúde reúne autoridades e grande público em Cajazeiras