header top bar

section content

Boate em SP usa imagem de sexo para atrair turistas na Copa do Mundo

A ordem é uma só: “dólares e euros são bem-vindos.”

Por

08/05/2014 às 08h17

O Bahamas ficou fechado de 2007 até setembro passado por irregularidades (Foto: redes sociais)

De olho na Copa e nos turistas que deverão transitar por São Paulo, donos de boates investem pesado na publicidade. A boate Bahamas localizada em Moema, na Zona Sul, já providenciou vários outdoors nas rodovias do Estado para chamar a atenção de quem chega.

Os painéis que estão localizados entre 5 pontos da cidade ao custo de R$ 35 mil por um mês, mostram uma mulher com pouca roupa e abaixada em frente a um homem de chuteiras fazendo alusão ao sexo oral. A imagem tem causado polêmica. Com a promessa dos turistas da Copa circulando pela noite paulista, além das boates, os prostíbulos também se preparam e estão contratando profissionais que falem inglês. A ordem é uma só: “dólares e euros são bem-vindos.”

Lei Cidade Limpa 

Segundo a “Folha de S. Paulo”, o Bahamas ficou fechado de 2007 até setembro passado por irregularidades – além de atuar sem alvará, segundo a prefeitura, Maroni foi acusado de explorar a prostituição. Ele nega.

Maroni travou um embate com o então prefeito Gilberto Kassab (PSD), que mandou fechar a boate. O outdoor é uma reedição de outros das décadas de 1990 e 2000, que visavam o público do GP Brasil de F-1 -naquela época não havia a Lei Cidade Limpa, instituída por Kassab, que baniu os outdoors da capital.

Fonte: Paraiba.com.br

Tags:
AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista comenta por que Rodrigo Maia se tornou o ‘queridinho’ de Bolsonaro e de deputados da PB