header top bar

section content

Jogadora da seleção de rúgbi do Brasil é pedida em casamento no gramado pela namorada

Izzy Cerullo aceitou o pedido de Marjorie Enya, que é gerente de serviços da modalidade

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

09/08/2016 às 13h19

Isadora Cerullo, da seleção brasileira de rúgbi, foi pedida em casamento durante a Olimpíada (Foto: Reprodução Vídeo)

O Brasil não conseguiu medalhas no rúgbi feminino, porém, uma das imagens da Olimpíada do Rio vem do esporte. Após o fim da competição, nesta segunda, a jogadora da seleção brasileira, Izzy Cerullo, viveu um dos momentos mais marcantes da sua vida. após a cerimônia. Ela foi pedida em casamento pela gerente de serviços do rúgbi, Marjorie Enya, e aceitou.

“Eu achei que eu ia fazer uma entrevista, não sei como caí nessa. Eles falaram que depois da premiação íamos precisar esperar todo mundo sair, e eu estava ali esperando. Todo mundo estava esperando comigo e eu pensando “vou dar essa entrevista e quero agilizar, estou com fome”. Daí ela começou a falar, eu comecei a chorar… Ela começou o discurso e eu já sabia o que ia vir. Fiquei muito feliz. Sem pensar duas vezes”, afirmou ela, que agradeceu aos ensinamentos que teve na modalidade.

“Eu tenho toda convicção de que o rugby é o melhor esporte do mundo, e nenhum outro esporte tem os valores que o rugby tem. E eu achei que eu devia celebrar isso aqui”, disse.

O pedido de Marjorie foi feito logo após a final que coroou a Austrália como campeã. As jogadoras da seleção brasileira estavam no gramado. O momento arrancou aplausos de torcedores e funcionários do estádio, além de muita bagunça das outras atletas da seleção.

O Dia

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’