header top bar

section content

‘Sabia que teria porrada’, diz Cleo Pires sobre campanha polêmica

A agência África, responsável pela campanha ainda não se manifestou

Por Luzia de Sousa

24/08/2016 às 17h26

Atriz fotografou para campanha dos jogos no Brasil

Mesmo com muita polêmica, a atriz Cleo Pires está feliz com o resultado da campanha “Somos Todos Olímpicos” divulgada nesta quarta-feira (24) inicialmente pela revista “Vogue”.

Criada pela agência África, com apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro e da revista para promover a venda de ingressos para os jogos, o anúncio mostra Cleo ao lado de Paulo Vilhena como paratletas.

A campanha foi alvo de duras críticas dos internautas por não usarem atletas paraolímpicos e por “photoshoparem” os atores.

“Como vou representar a Bruna se ela não tem um braço? A gente sabia que ia rolar porrada quando fosse divulgada a campanha. Mas eu não tenho medo de briga, e nem de porrada, podem falar o que quiserem de mim. Mas pelo menos estão defendendo os atletas, é isso o que importa. Os atletas adoraram, o Comitê adorou. Me falaram que nunca teve tanta repercussão das paraolimpíadas. As pessoas que estão de fora não enxergam o tamanho disso tudo. Estou muito feliz com a campanha”, afirmou a atriz em entrevista ao ‘UOL’.

A revista informou que apoiou a campanha e acompanhou as fotos, mas que a ideia partiu de Cleo Pires e Paulinho Vilhena. “A concepção da campanha é da atriz Cleo Pires, do ator Paulinho Vilhena, embaixadores das Paralimpíadas, e da Agência África. A Edições Globo Condé Nast apoia qualquer campanha que estimule o comparecimento ao apoio às Paralimpíadas”, disse.

O Comitê Paralímpico também enviou um comunicado ao site ‘UOL’ exaltando a ação. “A campanha com a participação dos embaixadores do movimento paralímpico brasileiro Cleo Pires e Paulo Vilhena tem o apoio do CPB. O objetivo da campanha é chamar atenção para as pessoas com deficiência num momento em que o Brasil se aproxima dos Jogos Paralímpicos. De acordo com as estatísticas oficiais, um em cada quatro brasileiros tem algum tipo de deficiência. Mas essas pessoas ainda são, em grande maioria, invisíveis na nossa sociedade. Os atletas estão presentes em outras fotos e ficaram muito felizes em participar da campanha”. A agência África ainda não se manifestou.

Notícia ao Minuto

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco