header top bar

section content

Com a exclusão da Rússia, Brasil inclui seis nomes em sua delegação paralímpica

País terá sua maior equipe na história dos Jogos, com 285 atletas

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

28/08/2016 às 12h24

Esta será a maior delegação brasileira na história dos Jogos Paralímpicos (Foto: Reprodução CPB)

Em função da redistribuição de vagas promovida pelo Comitê Paralímpico Internacional, após a suspensão da delegação russa e uma desistência na modalidade tiro com arco, o Brasil comunicou a inclusão de seis atletas à delegação, nesta quinta-feira, através de seu Departamento Técnico.

Os novos nomes que integram a equipe verde e amarela são: Mariana D’Andrea (halterofilismo), Ronystony Cordeiro, Adriano de Lima, Alan Augusto Santos (natação), Vanderson Chaves (esgrima) e Patrícia Layolle (tiro com arco). Na maior delegação brasileira na história dos Jogos Paralímpicos, a equipe vai contar com 285 atletas.

A melhor participação do Brasil nos Jogos Paralímpicos foi recente, em Londres 2012, quando o país ocupou o sétimo lugar no quadro geral de medalhas – com 21 medalhas de ouro, 14 de prata e 8 de bronze.

Exclusão da Rússia

A delegação russa foi banida dos Jogos Paralímpicos do Rio como punição por conta de um programa de uso de substâncias proibidas. O CAS (Corte Arbitral do Esporte) anunciou o veredito oficial, revelando que seus juízes definiram que o Comitê Paralímpico Internacional “não violou qualquer regra processual” em proibir a presença da Rússia na competição.

Embora seja difícil um julgamento antes do início dos Jogos, o Comitê Paralímpico da Rússia ainda pode entrar com um último recurso no tribunal federal da Suíça.

O Dia

QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada

EMOÇÃO E REVOLTA

VÍDEO: Após um ano e três meses, Victória Albuquerque é sepultada sob lágrimas e protestos em Cajazeiras

CRISE?

VÍDEO: Empresário afirma que tem vagas de emprego em Cajazeiras, mas faltam profissionais capacitados

DIRETO AO PONTO

Eleitos em Cajazeiras devem se comprometer com aeródromo, estrada de Boqueirão e hospital, diz colunista