header top bar

section content

Messi é condenado a 21 meses de prisão por tribunal superior espanhol

Jogador e seu pai, Jorge Horacio, foram considerados culpados em caso de fraude

Por Priscila Belmont

24/05/2017 às 12h06

© Reuters

A Suprema Corte da Espanha condenou o argentino Lionel Messi a 21 meses de prisão. A decisão ocorre após a Justiça de Barcelona ter imposto a mesma sanção, o que fez com que o jogador entrasse com recurso na instância superior.

Messi e seu pai, Jorge Horacio Messi, foram considerados culpados em caso de fraude envolvendo 4,1 milhões de euros entre 2007 e 2009. Jorge, que havia sido condenado também 21 meses pela Justiça de Barcelona, teve a pena reduzida para 15 meses.

A decisão, no entanto, não significa que ambos terão de ficar atrás das grades. De acordo com as leis espanholas, condenados a menos de dois anos de prisão podem cumprir a pena em liberdade condicional. Além disso, Messi terá de pagar multa de 2 milhões de euros e o pai, de 1,5 milhão.

Os atos ilícitos praticados pelo jogador envolvem a utilização de empresas em paraísos fiscais para burlar a o fisco da Espanha.

Notícia ao Minuto

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco