header top bar

section content

Tite lamenta primeira derrota na seleção brasileira: ‘sentimento é ruim’

Treinador admitiu que, no revés por 1 a 0 para a Argentina, em amistoso disputado em Melbourne, o time do Brasil pecou no ataque

Por Priscila Belmont

09/06/2017 às 17h22

Pedro Martins / MoWA Press / Divulgação

Tite mostrou cautela e serenidade ao analisar a primeira derrota da seleção brasileira sob o seu comando, nesta sexta-feira, na Austrália. O treinador admitiu que, no revés por 1 a 0 para a Argentina, em amistoso disputado em Melbourne, o time do Brasil pecou no ataque. “Não tivemos efetividade”, resumiu.

“No segundo tempo, tivemos as melhores oportunidades. Jogamos melhor, articulamos mais jogadas, mas não tivemos efetividade. Por isso, perdemos”, comentou o treinador, em rápida entrevista na saída do campo.

Quanto à etapa inicial, Tite reconheceu que a Argentina esteve melhor, tanto que marcou o único gol da partida nesta etapa, aos 45 minutos. “O primeiro tempo foi mais equilibrado, com muitas dificuldades. Conseguimos neutralizar os dois articuladores da Argentina, Dybala e Messi, mas pelo lado esquerdo eles tiveram certa facilidade”, analisou.

Sem esconder a tristeza pelo primeiro revés, após nove vitórias consecutivas na seleção, o treinador pregou que ele e a equipe precisam “absorver” rapidamente a derrota. “O sentimento é ruim, por perder, é um sentimento inconteste. Tem que saber absorver, eu tenho que saber absorver para ter a coerência da análise.”

A seleção brasileira volta a campo na terça-feira para mais um amistoso. Desta vez vai enfrentar a anfitriã Austrália, novamente às 7h05 da manhã (horário de Brasília), no mesmo estádio Melbourne Cricket Ground.

O Dia

TOTALMENTE RENOVADO

VÍDEO: Com mais elegância e tecnologia, novo carro da Wolkswagen é lançado com festa em Cajazeiras

ENTREVISTA

VÍDEO: João Azevêdo garante que tem planos para fortalecer produção de leite e área da saúde em Pombal

ALÍVIO

VÍDEO: Para vice-presidente do SINDIÁGUA, eleição de João Azevêdo afasta risco de privatização da Cagepa

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar