header top bar

section content

ONG denuncia “abusos e exploração” de trabalhadores da Copa da Rússia

Human Rights Watch informa que 17 operários morreram nas obras dos estádios da Copa do Mundo

Por Priscila Belmont

14/06/2017 às 09h39

Estádio Olímpico Fisht, em Sochi, na Rússia, sede da Copa do Mundo 2018; ONG denuncia abusos em obras (Foto: AP Phoro/Artur Lebedev)

Os operários que trabalham na construção dos estádios da Copa do Mundo da Rússia seriam vítimas de “abusos e de exploração”, acusou nesta quarta-feira a ONG internacional Human Rights Watch (HRW).

– Os operários que constroem os estádios da Copa do Mundo são vítimas de abusos e de exploração, e a Fifa ainda não demonstrou sua capacidade de vigiar de modo eficaz, impedir e remediar os problemas – denuncia Jane Buchanan, diretora da HRW para a Europa e Ásia central, em um relatório publicado nesta quarta-feira.

A HRW afirma que visitou sete obras de estádios do Mundial e constatou irregularidades em seis deles, especialmente com “salários não pagos ou atrasos de salários de vários meses, trabalho a temperaturas inferiores a 25 graus negativos sem proteção suficiente e a ausência de contratos legais”.

– Os trabalhadores entrevistados pela Human Rights Watch indicaram que tinham medo de falar e que temiam represálias dos empregadores – completa a ONG.

A Human Rights Watch informa que 17 operários morreram nas obras dos estádios da Copa do Mundo.

– A Fifa compartilha o objetivo da HRW de garantir condições de trabalho decentes nos locais de construção dos estádios do Mundial – respondeu a entidade em um comunicado enviado à AFP.

“Apesar da ausência de relações contratuais com as empresas de construção, a Fifa afirma que vai além do que qualquer federação esportiva fez até hoje para levar em consideração as questões relativas aos direitos humanos e trabalhistas”.

Globo Esporte

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Chico Mendes diz que pode dividir palanque com Cleide e dispara: “Tô pronto para disputar com Paula”

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”