header top bar

section content

Se essa moda pega: China prevê prisão para quem vaiar hino em estádio

Casos têm sido recorrentes em Hong Kong

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

29/10/2017 às 08h58 • atualizado em 28/10/2017 às 19h15

China prevê prisão para quem vaiar hino (Foto: REUTERS/Bobby Yip)

Hong Kong não é China”. Essa é uma das frases de protesto usada por torcedores durante a execução do hino chinês no território, antes de partidas de futebol.

Por conta disso, o governo quer aplicar multa e até detenção para que se comportar mal nos estádios. São 15 dias de prisão e a possibilidade de acusações criminais futuras para quem desrespeitar o hino nacional, informa o UOL.

Mas parece que os torcedores não estão preocupados com o fato, tanto que na partida contra a Malásia, há duas semanas, os gestos voltaram a se repetir. Vaias, cartazes e outras manifestações contrárias.

Antigo território do Reino Unido, Hong Kong foi transferido para a China em 1997. Recentemente, vozes independentistas começam a surgir na região.

EUA

Nos Estados Unidos, algo semelhante vem ocorrendo. Por críticas às questões raciais no país, atletas negros têm se ajoelhado durante o hino americano tocado antes das partidas da NFL, liga de futebol americano do país.

Recentemente, o presidente Donald Trump criticou a atitude dos jogadores.

Notícias ao Minuto

Tags:

Recomendado para você pelo google

POBREZA EXTREMA

VÍDEO: Desempregada, doente e grávida, mulher faz apelo por ajuda em Cajazeiras para não passar fome

ESTUDO INÉDITO

VÍDEO: Expedição da FSM vai explorar o Nordeste para resgatar saberes populares sobre plantas medicinais

"ONIX, ONIX, ONIX"

VÍDEO: Festa retrô com banda dos anos 90 resgata carnaval com blocos tradicionais de Cajazeiras

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Após fazerem as ‘pazes’, Jeová e Júnior vão dividir cargos na saúde com Estela, diz comentarista