header top bar

section content

Paraibana Bethe Correia asssiste o UFC enquanto se recupera e aguarda nova luta

Lutadora está em Boston e aguarda pelos combates do card principal. Ela passou por cirurgia recentemente, que impediu a paraibana de entrar no octógono na semana passada no UFC St. Louis

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

21/01/2018 às 08h19

Bethe Correia está em Boston para o UFC 220 (Foto: Reprodução)

Bethe Correia está em Boston, nos EUA, para o UFC 220, mas não vai subir ao octógono. Em recuperação de um procedimento médico, ela teve a luta neste mês contra a mexicana Irene Aldana cancelada. A lutadora irá acompanhar tudo da plateia à espera de um novo combate.

– Quero nesse primeiro semestre ainda voltar ao octógono. Estou planejando uma data. Quero lutar no início de maio e no segundo semestre fazer, no mínimo, umas duas a mais. Esses são os meus planos – projetou Bethe Correia.

A paraibana peso-galo (até 61kg) – que ficou fora do UFC St. Louis na semana passada, também nos EUA – passou por uma cirurgia de última hora no olho esquerdo há três meses. De lá para cá, Bethe Correia precisou ficar de repouso total.

– Estou voltando e dando ênfase à parte física para ficar bem na técnica. Tudo tem sua hora e Deus sabe o que faz. Só o que passa na minha cabeça é me preparar bem para minha próxima luta – disse.

Por enquanto, ela não será protagonista. Bethe Correia está ansiosa para assistir duas lutas do card principal no UFC 220 na madrugada deste sábado para domingo, em Boston. A primeira é de Thomas Almeida contra Rob Font na peso-galo. Já a outra de Daniel Cormier, que briga pelo cinturão na categoria peso-meio-pesado contra Volkan Oezdemir.

– Vou estar assistindo à luta e vou estar muito na torcida pelo Daniel Cormier. Sou fã, adoro ele. Já tive a sorte de acompanhar os camping dele de perto, de receber altas dicas, ele é um homem de caráter magnífico e assim torço muito por ele. Outra luta que estou de olho é do Thominhas. Conheci na Tailândia, uma pessoa super guerreira e acho que merece triunfar essa noite – afirmou.

A última luta da paraibana foi em junho do ano passado, quando perdeu para Holly Holm, em Cingapura. O cartel de Bethe Correia é de dez vitórias, três derrotas e um empate.

Tags:
DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”