header top bar

section content

Buffon: ‘É um escândalo Neymar nunca ter ganhado a Bola de Ouro’

O goleiro italiano comenta que brasileiro e Mbappé têm um talento "surreal" e que estão aptos para dominar o futebol mundial por dez anos

Por R7

01/01/2019 às 10h05

Neymar foi elogiado pelo goleiro Buffon (Foto: REUTERS/Marko Djurica)

Aos 40 anos e com muita história (e títulos) vivida no futebol, Buffon costuma saber do que fala. Em entrevista ao jornal italiano ‘Gazzetta dello Sport’, o goleiro analisou dois importantes companheiros de PSG: Neymar e Mbappé. O italiano revelou que conversa com o craque brasileiro e diz que é um “escândalo” que Neymar nunca tenha vencido uma Bola de Ouro.

– Sempre estou dizendo para Neymar que é um escândalo que ele nunca tenha conquistado uma Bola de Ouro e que deveria estar furioso por isso. Ele e Mbappé tem um talento surreal. Podem dominar o futebol durante dez anos. Porém, tudo depende de suas cabeças – disse o lendário goleiro ao ‘Corriere della Sera’

Na última Bola de Ouro, Neymar ficou bem longe dos primeiros colocados. O brasileiro ocupou a 12ª posição, enquanto Mbappé ficou melhor posicionado que o companheiro de equipe, terminando na quarta colocação.

Mbappé terminou 2018 com 16 gols e 10 assistências em 19 jogos, enquanto Neymar fez o mesmo número de gols, mas com oito assistências também em 19 jogos. O francês, porém, terminou a temporada como um dos protagonistas do título da Copa do Mundo da França.

Fonte: R7 - https://esportes.r7.com/lance/futebol/buffon-e-um-escandalo-neymar-nunca-ter-ganhado-a-bola-de-ouro-01012019

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista comenta por que Rodrigo Maia se tornou o ‘queridinho’ de Bolsonaro e de deputados da PB