header top bar

section content

Tribunal Regional Federal mantém sentença da Justiça da Paraíba que proíbe a prática do jogo do bicho

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal, da 5ª Região, manteve sentença da Justiça da Paraíba que proíbe a prática do jogo do bicho no Estado.

Por

04/12/2015 às 07h49

Jogo do bicho continua proibido na Paraíba

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal, da 5ª Região, manteve sentença da Justiça da Paraíba que proíbe a prática do jogo do bicho no Estado. 

De acordo com a decisão, não devem subsistir as autorizações e concessões feitas pelo Estado da Paraíba, mediante a Loteria do Estado (Lotep), para o funcionamento dos estabelecimentos que desenvolvam atividades lotéricas e de jogo do bicho.

Para o relator do processo, desembargador Carlos Wagner, "a autorização para exploração de loterias e jogos do bicho está condicionada à edição de lei ordinária federal, em face da competência privativa da União para regulamentação de tal matéria, razão pela qual restou declarada a inconstitucionalidade da Lei paraibana nº 7.416/2003 no julgamento da ADIn nº 3.277/2007".

A ação, de autoria do Ministério Público Federal (MPF), foi julgada pela 3ª Turma no último dia 26 de novembro. O relator do caso decidiu pela interdição das casas lotéricas que comercializam o jogo do bicho, devendo ser divulgada no site do governo do Estado a informação de que todas as autorizações concedidas não têm nenhuma validade, em razão da lei paraibana ter sido julgada inconstitucional.

A reportagem entrou em contato com o Procurador Geral do Estado, Gilberto Carneiro, para comentar a decisão, mas as ligações não foram atendidas.

Do JPB 

Tags:
DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”