header top bar

section content

Flamengo vence e entra de vez na briga pela liderança

Santos supera Atlético-MG em grande jogo

Por Agência Brasil

10/09/2020 às 09h34 • atualizado em 10/09/2020 às 10h25

Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

O Flamengo entrou de vez na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro após derrotar o Fluminense por 2 a 1 nesta quarta (9) no estádio do Maracanã. Com este resultado, a equipe da Gávea assume a vice-liderança com os mesmos 17 pontos do líder Internacional, que enfrenta o Ceará nesta quinta (10) no Beira Rio.

Protesto contra a violência
Havia muita expectativa em torno do Fla-Flu desta quarta. Porém, antes de a bola rolar os jogadores das duas equipes ficaram parados, de braços cruzados, como forma de protesto contra a violência no futebol. A mobilização acontece após atletas do Figueirense serem agredidos por torcedores que invadiram o treino da equipe no último sábado (5).

Vantagem Rubro-negra
Porém, com a bola rolando, o que se viu foi um Flamengo que dominou as ações desde o início. Com isso, a equipe comandada pelo técnico espanhol Domènec Torrent abriu o placar logo aos 7 minutos. A equipe da Gávea fez boa trama pela direita, que terminou com cruzamento do lateral Isla. Arrascaeta finalizou de cabeça, e Muriel defendeu de forma parcial. O lateral Filipe Luís aproveitou sobra de bola, e bateu de primeira para marcar.

A equipe da Gávea continuou melhor na partida, mandando nas ações, enquanto o Fluminense apresentava muito pouco diante de um adversário claramente superior.

Assim, o segundo gol saiu ainda na primeira etapa. Após cobrança de falta de Arrascaeta da intermediária, Muriel voltou a rebater mal a bola, que sobrou para o atacante Gabriel Barbosa pegar de primeira, com força, para fazer 2 a 0 aos 33.

Na etapa final, o técnico Odair Hellmann promoveu algumas mudanças, e o Fluminense conseguiu melhorar um pouco.

O Tricolor chegou a marcar o gol de honra, já aos 47 com o zagueiro Digão de cabeça após cobrança de escanteio, mas nada que conseguisse criar grandes problemas para o Flamengo, que, com tranquilidade, garantiu a vitória final por 2 a 1.

Grande jogo na Vila
No outro jogo da nona rodada que teve início nesta quarta às 21h30, Santos e Atlético-MG brindaram a torcida com um grande futebol.

Mesmo jogando fora de casa, o Atlético começou melhor, pressionando o adversário e ditando o ritmo do confronto. Já o Santos apostava na velocidade de Marinho e Soteldo.

Até que, aos 15 minutos, acontece um lance que mudou os rumos do jogo. Mariano recua muito mal a bola. Marinho tenta chegar nela, mas o goleiro Rafael derruba o atacante na intermediária. O que leva à expulsão do defensor.

Com um jogador a mais, o Santos não demora a abrir o marcador. E o gol vem aos 21, quando o meia Arthur Gomes bate na saída de Victor (que entrou no lugar de Rafael).

Porém, mesmo com um a menos, o Atlético-MG não se acovarda e continua ofensivo. E a coragem da equipe mineira é premiada aos 34 minutos, quando Franco recebe de Sasha para empatar.

O jogo continua muito bom, com chances de lado a lado. E o Santos consegue voltar à vantagem ainda na primeira etapa, com Marinho, que apenas escora para o fundo do gol bola cruzada por Madson. 2 a 1 para o time da casa aos 38 do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Santos consegue chegar ao terceiro apenas nos acréscimos, quando Marinho marcou de pênalti para assumir a artilharia do Campeonato Brasileiro ao lado de Thiago Galhardo, do Internacional, também com seis gols. Final de partida, Santos 3, Atlético-MG 1.

Pênaltis perdidos
Em partida que iniciou às 19h30, o São Paulo empatou em 1 a 1 com o Bragantino no estádio do Morumbi, em partida com duas cobranças de pênaltis desperdiçadas pelos visitantes.

Após um primeiro tempo sem gols, o Bragantino abriu o placar aos 7 minutos da etapa final com Raul, que bateu de primeira após passe de Artur.

Aos 18 minutos o Bragantino tem a chance de ampliar a vantagem, mas Claudinho desperdiça cobrança de pênalti.

E aos 32 o São Paulo chega à igualdade, com Luciano, que vive fase artilheira no Tricolor.

Porém, aos 45 o juiz assinala novo pênalti para o Bragantino, mas Artur chuta na trave a chance da vitória.

PROJETOS E IRONIAS

VÍDEO: Candidata promete hospital para Santa Helena, e adversário pergunta se ela usa cartão do SUS

ELEIÇÕES 2020

VÍDEO: Jornalista vê em resultado de pesquisa cenário do segundo turno nas eleições em João Pessoa

CURIOSIDADE

VÍDEO: Escritora paraibana detalha relação entre Lampião e Padre Cícero durante governo de Prestes

EM DEBATE

VÍDEO: Candidata promete hospital universitário em Santa Helena com “projeto audacioso, mas concreto”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!