header top bar

section content

Vasco deve pagar R$ 300 mil a cada jogador para evitar queda para a série B

Clube fechou uma parceira com duas empresas para incentivar os atletas na reta final do Brasileirão

Por

12/11/2015 às 07h55

Vasco pode deixar a zona de rebaixamento na próxima rodada (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Os jogadores do Vasco podem ter um incentivo extra para evitar o rebaixamento do clube no Campeonato Brasileiro. De acordo com informações do repórter Rodrigo Campos, da rádio Bradesco Esportes FM do Rio, a equipe conseguiu uma parceria para pagar R$ 300 mil para cada atleta caso a permanência na Série A seja confirmada.

Duas empresas estão ligadas a essa premiação, uma do ramo alimentício e outra de transportes. Um dos líderes do grupo, o zagueiro Rodrigo já estaria ciente do acordo.

A parceria com as empresas foi fechada pelo empresário Antonio Peralta, ex-integrante da diretoria de Roberto Dinamite, José Luiz Moreira, atual vice-presidente de futebol do clube e Fernando Horta, vice-presidente geral.

Em uma reunião realizada nesta quarta-feira, ficou definido que o pagamento será feito por produtividade, ou seja, quem atuar todos os próximos jogos vai receber R$ 300 mil no final da competição, caso o objetivo seja conquistado.

Com 33 pontos, o Vasco respirou na tabela com a vitória sobre o Palmeiras, por 2 a 0, no último domingo, no Allianz Parque.

Depois de passar praticamente todo o campeonato na zona da degola, a equipe pode deixar o Z-4 já na próxima rodada com uma combinação de resultados.

Na próxima quinta-feira, dia 19, o Vasco recebe o líder Corinthians, em São Januário, pela 35ª rodada da competição.

Band

Tags:
ESPIRITISMO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança apresenta palestra com o tema: “Os Obreiros do Senhor”

DECISÃO POLÊMICA

EXCLUSIVO: Padre excomungado pela Diocese de Cajazeiras revela por que trocou de Igreja Católica

ASSISTA

Médico revela que o único teste que detecta o novo coronavírus é o RT-PCR: “Já cansei de dizer aqui”

ÁGUA COM DONO?

VÍDEO: Gerente da Cagepa critica nova lei do saneamento de Bolsonaro e lamenta situação dos lixões

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!