header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Aos 47 do segundo tempo, Rogério Ceni vacila e São Paulo cede empate ao Palmeiras

Robinho aproveitou erro do goleiro são-paulino para igualar o placar em 1 a 1 aos 47 do segundo tempo

Por

28/09/2015 às 08h20

Robinho aproveitou falha de Ceni para empatar (Foto: Ale Vianna/Eleven/Folhapress)

Um vacilo do goleiro Rogério Ceni impediu que o São Paulo derrotasse o Palmeiras no Morumbi. Aos 47 minutos do segundo tempo, o goleiro tricolor errou na saída de bola e deu um presente para Robinho, que mandou por cobertura e decretou o empate por 1 a 1.

Com o resultado, o Palmeiras conseguiu se manter no G4 do Campeonato Brasileiro com 45 pontos. E o São Paulo não só desperdiçou a oportunidade de ultrapassar o rival, mas também foi para trás do Santos, que tem os mesmos 43 pontos e é o novo quinto colocado.

O São Paulo dominou a posse de bola no primeiro tempo e criou mais oportunidades. A primeira chance saiu aos sete, em chute de fora da área de Michel Bastos. Cinco minutos depois, Fernando Prass deixou a área para afastar o perigo, mas errou o tempo de bola e teve que colocar a mão. Em lance duvidoso, o árbitro achou que o goleiro havia conseguido voltar à área e não marcou falta. Rogério ainda tentou finalizar e parou no camisa 1.

Um minuto depois, Ganso arriscou da entrada da área e mandou para fora. Aos 21, foi a vez de Carlinhos chutar de longe e obrigar Prass a mandar para escanteio. Aos 23, o São Paulo chegou a marcar, mas o árbitro anulou o gol de Rogério, que estava em posição irregular. Aos 27, Michel Bastos encheu o pé em falta de longa distância e o goleiro palmeirense caiu no cantinho para espalmar.

O Verdão, que adotou uma postura mais defensiva durante a etapa inicial, conseguiu assustar aos 29, quando Andrei Girotto cruzou da direita e Robinho apareceu na área para cabecear no travessão. Aos 47, o Verdão quase marcou novamente. Gabriel Jesus disparou e foi puxado por Matheus Reis. O árbitro marcou falta e aplicou cartão, mas não deu a vantagem para Rafael Marques, que sairia na frente de Rogério Ceni.

Assim como no primeiro tempo, o São Paulo começou melhor no segundo. Rogério assustou logo aos cinco com chute que passou raspando da trave de Fernando Prass. No entanto, 10 minutos depois, o goleiro não teve tanta sorte. Em rápido contra-ataque, Ganso encontrou Carlinhos pela esquerda. O camisa 6 cortou para o meio e arriscou com a perna direita, mandando no cantinho da meta alviverde.

Apesar da desvantagem, o Palmeiras tinha dificuldade em levar perigo ao gol de Rogério Ceni. O São Paulo, por sua vez, conseguia manter a posse de bola e valorizava o resultado aos gritos de “olé” da torcida no Morumbi.

Quando tudo indicava que o São Paulo deixaria o Morumbi com os três pontos, Alecsandro apertou Rogério Ceni e o goleiro deu um passe errado nos pés de Robinho, que bateu por cobertura e empatou a partida.

Band

Tags:
PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”

A ARTE DO CORPO

VÍDEO: Bailarino que dá aula de dança em Cajazeiras fala da sua trajetória e de projetos para a cidade