header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Lutador de UFC é condenado a quatro meses de prisão nos EUA

De acordo com a reportagem do site MMA Junkie, Leben iniciará sua pena no dia 21 de setembro e passará o primeiro mês em regime fechado

Por

01/09/2015 às 07h30

Apesar do drama e apelo criado por Chris Leben, que quando acusado formalmente pela ex-esposa de ter quebrado o acordo judicial e se aproximado dela chegou a negar tudo publicamente, o lutador foi condenado a cumprir 120 dias de prisão e viu seu período de liberdade condicional subir para três anos.

A pena relativamente branda se deve ao fato do atleta, que passa longe de ser um réu primário, ter se declarado culpado das acusações na última audiência e pedido desculpas, o que minimizou os efeitos das besteiras, que incluíram invasão a domicílio, ameaça de morte e porte de arma ilegal.

De acordo com a reportagem do site MMA Junkie, Leben iniciará sua pena no dia 21 de setembro e passará o primeiro mês em regime fechado, recebendo certo afrouxamento a cada 30 dias, podendo inclusive desfrutar de horas de trabalho fora da prisão (apenas em caso de bom comportamento, claro).

Aos 35 anos, o veterano parece se esforçar para manchar o belo currículo conquistado nos cages. Participante de primeira temporada do TUF nos EUA,o peso médio (84 kg) lutou por quase dez anos no evento e no auge da carreira nocauteou Wanderlei Silva ainda no primeiro assalto.

MSN

Tags:
VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça

CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas