header top bar

section content

Ponte Preta mantém tabu de 12 anos, bate Guarani e segue viva no Paulista

Vitória alvinegra no clássico impede classificação antecipada do Bugre

Por Agência Brasil

06/05/2021 às 15h25 • atualizado em 06/05/2021 às 16h05

Ponte Preta vence o Derby Campineiro pela Série B do Brasileirão (Créditos: Rebeca Reis/AGIF)

Deu Ponte Preta na 199ª edição do Dérbi Campineiro na história. Nesta quarta-feira (5), a Macaca venceu o arquirrival Guarani por 3 a 1 no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), em partida atrasada da sexta rodada do Campeonato Paulista.

Os anfitriões não só mantiveram o tabu de não perderem do maior rival atuando em casa desde 2009, como seguem vivos na briga por um lugar nas quartas de final. Com 13 pontos, o Alvinegro está na terceira posição do Grupo B, dois pontos atrás da Ferroviária, segunda colocada, e torce para que a equipe grená não vença o Ituano nesta quinta-feira (6), às 22h15 (horário de Brasília), para entrar na última rodada, no domingo (9), com chance de classificação.

O Guarani, por sua vez, perdeu a chance de garantir vaga antecipada nas quartas, mas tem situação bem mais cômoda que o rival. O Bugre segue com 14 pontos, na segunda posição do Grupo D, quatro pontos a frente do Santos, que é o terceiro, com um jogo a menos. O Peixe visita o Palmeiras na quinta, às 21h, no Allianz Parque e tem de ganhar para seguir vivo. Em caso de empate ou derrota santista, os campineiros asseguram lugar no mata-mata.

O primeiro tempo foi pouco movimentado e muito estudado, com um pouco mais de agressividade do Guarani. Aos 27 minutos, na melhor chance bugrina, o atacante Andrigo ganhou a disputa pela bola com o zagueiro Ruan Renato, girou dentro da área e finalizou próximo à marca de pênalti, para defesa do goleiro Ygor Vinhas. A Ponte conseguiu chegar somente nos acréscimos. Foi o suficiente. Aos 47, o lateral Apodi cruzou pela direita, o atacante Moisés dominou e mandou para as redes.

A etapa final começou animada, bem diferente da anterior. Aos três minutos, o meia Regis puxou o contra-ataque e lançou o atacante Davó, que finalizou para deixar tudo igual. Quatro minutos depois, Moisés caiu na área em disputa com o zagueiro Thales e, com auxílio do árbitro de vídeo, foi marcado pênalti. O atacante Paulo Sérgio bateu e recolocou a Macaca à frente.

A intensidade da partida caiu novamente, mas a Ponte conseguiu fazer o terceiro. Aos 31, Moisés recebeu do meia Camilo, escapou da marcação na área e bateu cruzado, marcando o segundo gol dele no clássico. O Guarani tentou descontar aos 35, mas Ygor Vinhas efetuou boa defesa em cabeçada do zagueiro Airton. Aos 46, o atacante Renanzinho cabeceou por cima, na última chance do Bugre na noite.

Os times aguardam a Federação Paulista de Futebol (FPF) anunciar os horários dos jogos deste domingo pela última rodada da primeira fase. A Ponte recebe o Palmeiras no Moisés Lucarelli, enquanto o Guarani visita a Inter de Limeira no estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira (SP).

PREJUÍZOS E SUSTOS

VÍDEO: Em Cajazeiras, idosa chora pedindo ajuda para resolver problema com árvores de terreno vizinho

INTUBADO COM COVID-19

VÍDEO: Drª Paula diz que sedação de Zé Aldemir começou a ser diminuída, mas ela volta a pedir orações

CONQUISTA IMPORTANTE

VÍDEO: Prefeito de Cubati implanta casa de apoio em Campina Grande

'OPÇÃO VIÁVEL'

VÍDEO: Vice-presidente da OAB-PB sugere que TJPB venda prédio do fórum e construa um novo em Cajazeiras

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!