header top bar

section content

Vasco sai na frente nos Aflitos, mas cede empate ao Náutico

A melhor chance foi uma bomba que Léo Jabá arriscou de longe, mas a bola passou por cima do gol, e a partida terminou mesmo em 2 a 2

Por Agência Brasil

25/10/2021 às 10h55

Vasco Foto: Reprodução / Agência Brasil / Rafael Ribeiro/Vasco/Direitos Reservados

Sexto colocado na Série B, o Vasco saiu na frente contra o Náutico no Estádio dos Aflitos neste domingo (24), mas cedeu ao empate em 2 a 2, e adiou a aproximação do G4, a zona de classificação que garante o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro.

O Cruzmaltino soma agora 47 pontos, cinco a menos que o Goiás, quarto colocado na tabela.

Já o Timbu viu interrompida uma sequência de três vitórias seguidas: ocupa a nona posição, 45 pontos.

Jogando em casa, com a torcida a seu lado, o Náutico começou pressionando o adversário carioca, mas desperdiçou boas chances de abrir o placar em casa.

E o primeiro gol saiu do lado rival, aos oito minutos, após bobeada do zagueiro Rafael Ribeiro, na intermediária.

Atento, o meia Nenê não perdoou: viu o goleiro do Timbu fora do gol e mandou um chute certeiro, inaugurando o marcador nos Aflitos.

O Náutico continuou ofensivo, mas o Cruzmaltino foi mais eficiente: ampliou aos 18 minutos,  com Germán Cano.

A jogada que resultou no segundo gol dos cariocas, começou com um lindo toque de calcanhar de Nenê para Marquinhos Gabriel, que rolou para o atacate mandar para o fundo da rede.

Atrás no placar, o Náutico foi todo para o ataque e diminuiu a diferença no placar aos 26 minutos, com Vinícius, que veio de trás, subiu mais alto que o zagueiro Valber, e cabeceou certeiro para o fundo da rede, após cruzamento de Hereda.

Após o intervalo, o time da casa sufocou a equipe carioca.

E aos 12 minutos igualou o placar, novamente de cabeça, desta vez do zagueiro Yago, também em jogada de bola parada.

O gol de empate do Timbu saiu após Jean Carlos levantar a bola em cobrança de falta e Yago cabecear livre.

E chances não faltaram para o Timbu virar o placar nos Aflitos, principalmente com cruzamentos dentro da grande área vascaína.

Numa dessas oportunidades, Matheus Jesus quase deixou o seu, mas a bola acertou a rede pelo lado de fora.

O time da casa seguiu dominando a bola em campo.

Já no fim, o Vasco esboçou uma reação.

A melhor chance foi uma bomba que Léo Jabá arriscou de longe, mas a bola passou por cima do gol, e a partida terminou mesmo em 2 a 2.

O Náutico viaja ao Rio Grande do Sul para enfrentar o lanterna Brasil de Pelotas, na próxima quinta-feira (28), às 21h30 (horário de Brasília), em duelo da 32ª rodada da Série B.

No dia seguinte, o Vasco enfrenta o CSA em São Januário, no Rio de Janeiro.

O Cruzmaltino não poderá contar com o meia Nenê, que cumprirá suspensão, após levar o terceiro cartão amarelo neste domingo (24).

MELHOR PARA A SOCIEDADE

VÍDEO: “De altíssima periculosidade”, diz delegado sobre três suspeitos presos em São José de Piranhas

MUNDO ANIMAL

VÍDEO: Bombeiro dá detalhes da captura do ‘Macaco Galego’ que tocou terror na região de Cajazeiras

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Avanço da vacina é fundamental para retomada do pequeno negócio, avalia chefe do SEBRAE-PB

"ELE LÁ, MEU GRUPO CÁ"

VÍDEO: Carlos chama Zé Aldemir de Judas Iscariotes e diz que não estará no mesmo palanque que o prefeito

Recomendado pelo Google: