header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Em boa fase Pato declara: “Esse ano não vou aceitar a reserva”

Atacante foi poupado na vitória sobre o Flamengo, mas entrou bem na segunda etapa e marcou o gol da vitória no Morumbi

Por

11/05/2015 às 07h26

Pato recebeu belo passe de Ganso para marcar o segundo gol sobre o Flamengo (Foto: Ale Frata)

Poupado na vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, Alexandre Pato deixou o gramado do Morumbi empolgado com a boa fase. Após deixar o banco de reservas e marcar um dos gols do triunfo deste domingo, na abertura do Brasileirão, o camisa 11 disse que este ano não vai aceitar ficar na reserva.

“É sempre bom começar o campeonato com vitória. O Flamengo pode incomodar bastante, tem um treinador que conhece muito de futebol. Quero jogar. Esse ano não vou aceitar ficar no banco. Estou fazendo gols e quero continuar ajudando o São Paulo”, disse o atacante na saída do gramado.

Com o gol deste domingo, Pato já chegou a 12 nesta temporada e igualou a marca obtida em todo o ano de 2014.

Para o volante Hudson, a vitória na estreia do Brasileirão provou a força do elenco Tricolor. A equipe entrou com uma equipe mista de olho na Libertadores, mas mesmo assim conseguiu somar 3 pontos. 

“Temos um elenco forte. No Campeonato Paulista o time misto ganhou todas as partidas. Para ganhar o Brasileiro precisar ter grandes jogadores e isso a gente tem. Dá uma confiança importante para o jogo de quarta”, afirmou o volante.

Na quarta-feira, o São Paulo decide a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil diante do Cruzeiro, no Mineirão. No jogo de ida, no Morumbi, o Tricolor venceu por 1 a 0.

Band

Tags:
BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça