header top bar

section content

Jogador pede quase R$ 2 milhões em ação trabalhista contra o Sousa Esporte Clube. Confira os detalhes aqui

O presidente do Sousa Esporte Clube, Delanio Abrantes, revelou que o clube ainda não foi citado na ação trabalhista. Diretoria ainda não foi comunicada

Por

28/04/2015 às 07h53

Júnior Mineiro, ex-atacante do Sousa Esporte Clube (Foto: Diário do Sertão)

O jogador Júnior Mineiro acionou o Sousa na Justiça e está pedido R$ 1.924.010,15 de indenizações trabalhistas ao clube esportivo.  A ação foi impetrada na vara do trabalho de Sousa.

No processo, a defesa do jogador, que está sendo feita pelo advogado Theófilo Danilo Pereira Vieira, alega que o atleta foi demitido sem justa causa antes de terminar o contrato estabelecido, teve registro  na Carteira de Trabalho (CTPS) após o prazo de assinatura do contrato e com valor inferior ao recebido e não recebimento de verba rescisória após demissão.

O jogador também alega não receber salários após contusão e também não realizar cirurgia para tratar cálculo renal para poder honra contrato com o Sousa.

Em outro ponto, Júnior Mineiro também reclama de sofrer humilhação por parte do técnico do Sousa, que em programa de rádio, alegou que o jogador se utilizada de ato de “covardia” para não jogar, quando o mesmo apresentava lesão.

A ação pede ainda o bloqueios dos repassasse dos incentivos  ao esporte que o clube recebe da  Prefeitura Municipal de Sousa-PB e do Governo do Estado da Paraíba.

Outro lado
O presidente do Sousa, Delanio Abrantes, revelou que o clube ainda não foi citado na ação trabalhista. “Nem a primeira audiência ainda aconteceu, vamos aguardar a audiência de conciliação”, disse.

DIÁRIO DO SERTÃO com MaisPB

Tags:

Recomendado para você pelo google

SESSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Em Cajazeiras, coordenador de Diversidade Religiosa na PB fala sobre diálogo e busca por respeito

ASSASSSINATO

VÍDEO! Delegado fala sobre o crime de homicídio que vitimou professor de karatê em Sousa

SEM POLÍTICAS PÚBLICAS

VÍDEO – Líder lamenta ‘desprezo’ dos governos e ‘extinção’ da cultura dos ciganos na cidade de Sousa

VÍDEO

SERTÃO: Empresário sugere vaquinha para “salvar” feira de negócios após prefeitura negar apoio